19 de mar de 2012

Os meus tempos nas corridas

Hoje, vou escrever sobre um assunto pouco tratado aqui! O Tutta comentou aqui o seguinte:
"Caramba, a maioria dos blogueiros relatam suas participações em provas e nem colocam tempo ou colocação que ficaram. Como lembrarão no futuro???"
Como me lembrarei no futuro? Vou me lembrar que a corrida foi muito legal, vou lembrar que estava quente, que alguém soltou gases e eu não consegui respirar, rsrsrs. Bem, Tutta, realmente os tempos e as classificações em provas ficam em segundo plano aqui. Mas confesso que fico muito feliz em ver a classificação dos amigos, principalmente quando pegam pódio ou tem uma história de superação pessoal! Deve ser muito bom subir lá em cima! Mas, como eu não tenho nenhuma experiência assim, eu relato o que acontece lá na área da Elite F (F de fundão! Rsrsrs). E é bem parecido com o que acontece lá na frente. Só que em câmera lenta! Kakakaka.
Brincadeiras à parte, só por curiosidade, fui dar uma espiadinha nos meus tempos, desde que comecei a correr. 
O tempo da primeira corrida, eu não consigo esquecer! Fui desafiada pelo meu marido a correr os 10 km da Corrida contra o câncer de mama (quando ainda nem era organizada pela Yescom), sem ter que voltar de ônibus cata-morto! Foi em maio de 2005. Corri o tempo todo olhando para trás para ver se o ônibus não estava atrás de mim! E como achava que o chip servia para monitorar se a gente não estava andando (achava que se andasse, iriam nos desclassificar, kkkkk), corri feito condenada, nem parava para beber água. Cheguei esbaforrida, toda mijada de emoção e... olhando para trás para não perder a aposta com o meu marido! Kakakaka. Estava realmente ofegante! O meu tempo foi de 01:02:36. Este número, eu gravei! Rsrsrsrs.
Depois desta corrida, participei de várias de 10 km. Peguei gosto pela coisa! E como não lembro muito dos tempos, fui rever o histórico dos sites de corrida e anotei os tempos de algumas corridas, que escrevo aqui embaixo. Deixei em negrito o meu pior e melhor tempo! 

10 km
10ª Corrida Corpore Bombeiros     julho/2005      01:01:47
Bowerman                                      maio/2006      01:02:23
Graacc                                           abril/2007       01:01:31
Alphaville Running                      agosto/2007   01:05:34
Graacc                                           maio/2010      01:02:46
Graacc                                           maio/2011      00:58:45
Tribuna-Santos                            maio/2011      00:56:38
Circuito Vênus                               março/2012    00:58:54

Só vendo os números, não dá para saber o que aconteceu. Mas lembro-me muito bem do Alphaville Running, em 2007. Corrida na região dos condomínios da Alphaville, inscrevi-me pensando que a corrida seria bem light. Ledo engano! Bem na largada, uma descidona! E na volta, esta mesma descidona vira uma subidona! E eram 2 voltas assim! Kkkk. E não sei o que aconteceu que, no final da corrida, as minhas pernas coçavam tanto que tive que ir voando para casa e entrar debaixo do chuveiro! Affff. Mas, a camiseta e a medalha desta corrida eram muito bonitas!
Alphaville Running 2007
Agora, a Tribuna de Santos é ótima! Toda plana, à beira-praia, largada em ondas! No ano passado, peguei a terceira onda e bati o meu recorde! 

15 km
Sargento Gonzaguinha 2007           dezembro/2007      01:34:38
Sargento Gonzaguinha 2008           dezembro/2008      01:31:21
Sargento Gonzaguinha 2009       dezembro/2009     01:39:36 
Corrida Libbs/Corpore                maio/2011             01:28:48

A minha primeira corrida de 15 km foi a Sargento Gonzaguinha. Percurso quase todo plano. Em 2009, choveu tanto nesta corrida que cheguei feito dálmata em casa: a pista de carvão da Academia da Polícia Militar estava espirrando carvão para tudo quanto é lado! Rsrsrs. E na Corrida Libbs, onde bati meu recorde, a turma do "Agora é Tarde" jogou uma paçoca em cima de mim, e me fizeram perder alguns segundos! Kakakaka. 

São Silvestres
2007     01:49:51
2008     01:42:21
2009     01:48:34
2010     01:39:50

Em 2006, o calor estava insuportável, mas choveu e foi muito bom! Não consegui achar meu tempo deste ano! Acho que foi o último ano em que as mulheres largavam às 15h. No ano seguinte (2007), tinha ganhado uma inscrição do Controle de Qualidade Hospitalar (sobra de inscrição para médicos do Hospital das Clínicas) e tive que correr com uma camiseta de manga curta, muuuito grande! Sofri demais! Os médicos com a faixa: "Médicos na SS!" e eu no meio, todos perguntando onde eu clinicava e eu dizia: "Eu não clinico! Sou paciente!". Kakakaka. E o meu recorde em 2010 se deve a ter corrido atrás de uma mulher que parecia ter colocado silicone no bumbum. Ela estava com uma legging preta, toda apertada e ia abrindo caminho por onde passava! Eu aproveitei a sombra e corri o tempo todo atrás dela! Logicamente, o condicionamento ajudou a acompanhá-la, pois tinha umas pernas bem longas! Rsrsrs.
Na escadaria da Faculdade de Medicina USP (São Silvestre 2007)

Meia-maratona (21 km)
Meia-maratona Int. de SP 2008                                 março/2008            02:22:27
Meia-maratona Corpore                                            abril/2008               02:22:04
6ª Meia-maratona de São Bernardo do Campo          agosto/2008           02:11:58
Meia-maratona Int. de SP 2009                                 março/2009            02:23:16
8ª Meia-maratona de São Bernardo do Campo          agosto/2010           02:24:35 
9ª Meia-maratona de São Bernardo do Campo     agosto/2011          02:25:07
Meia-maratona das Pontes                                         setembro/2011       02:21:16
Circuito Athenas (3ª etapa)                                     novembro/2011    02:08:16

Na 9ª edição da meia de SBC, um pouquinho antes da largada, eu torci o tornozelo porque não vi a calçada terminar e caí! Como não estava doendo, resolvi correr, mas bem devagar! Depois da corrida, o meu pé inchou! Tive que ir ao pronto-socorro! Uma semana depois, iria ao Paraguai, onde estava inscrita para outra meia. Mas já tinha decidido que não ia correr! Só que, quando vi a minha amiga na largada... resolvi acompanhá-la, mas trotando, andando e tirando fotos! Foi uma farra! O meu pé aguentou firme! Não aconteceu nada (não contei o tempo desta, pois não valeu! Fui e voltei tantas vezes no percurso que devo ter feito uns 22 km! Rsrs). Três meses depois, já recuperada, bati o meu recorde que desde agosto/2008 não conseguia bater! Sei que o percurso de SBC (recorde anterior, em 2008) não é fácil, mas comparado ao resultado da Meia das Pontes em setembro/2010 (mesmo percurso da Circuito Athenas), vejo que o tempo melhorou. No meio do percurso desta meia do Circuito Athenas, ainda levei um tombo e deitei no chão, literalmente! Mesmo assim, o meu tempo foi melhor que em setembro! Rsrsrs. Tive a agradável companhia do Caloi, o detentor do recorde sulamericano da Comrades! O cara corre em qualquer ritmo!
Caí e bati o cotovelo! Ai, que dor de cotovelo! Rsrsrs.
Já faz um tempo que digo ao mestre Branca: "Olha, mais que isto, não consigo!". Rsrsrs. E ele nem me responde a esta pergunta! Ele finge que não leu! Kkkkk. Em vez disso, ele escreve: "Parabéns pelo treino! Parabéns pela prova!". E quando digo que faltou fòlego no final, ele diz: "Vamos tentando e vendo qual a melhor tática!", "Não quero saber dos seus tempos! O importante é chegar bem!". E por aí vai. Mas, quando você vê, os tempos acabam melhorando, sem você perceber direito. Eu pensei que nunca fosse baixar o tempo nos 10 km... quanto menos em meia-maratona. E sabemos que, quanto mais idoso... tudo cai... menos o tempo! Rsrsrs. É... o cara é bom mesmo! Aliás, tive muita sorte com os meus 2 treinadores! O primeiro, pela dedicação e atenção. O segundo, pela experiência em treinamentos. 
Circuito Athenas 2011: depois do tombo! 
E quanto às maratonas? Bem, acho que tenho muito poucas provas com esta distância para poder falar sobre os tempos delas. Quem sabe, um dia eu possa saber de fato qual é o meu ritmo nos 42.195m. Não tenho ainda uma ideia muito precisa... a primeira, fiz em 04:42:33. A segunda, em 05:21:00. Duas maratonas internacionais, duas completamente diferentes, tanto em termos de percurso quanto de clima. Estou aqui, morrendo de medo de fazer uma prova nesta distância em solo brasileiro! E pelo jeito, o meu ritmo de provas será... uma maratona a cada 2 anos! Tá bom assim? Rsrsrs. Bons treinos!

14 comentários:

  1. Vixi, eu nunca lembro dos meus tempos. Ou lembro? Pera aí.

    ResponderExcluir
  2. Tb não sei direito os meus tempos. Acho que vou começar a fazer um caderninho.

    Nós tartarugamos no mesmo ritmo...rs.

    Bjos,
    Dani
    correndoemagrecendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Opa, já pode contar com minha companhia quando vier correr no RJ :) rsrsrs
    Tempo é bom, mas chegar inteira e ficar longe das lesões é bem melhor. Com calma e com cuidado todo mundo melhora.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Assim como voce não posto meus tempos quando conto de alguma corrida pois o foco não é esse. E sim mostrar a superação pessoal que cada pessoa pode conquistar, tendo em vista meu estado frágil de saúde. Continuar correndo é mesmo uma vitória a cada vez que passo pelo pórtico.
    Já teve épocas em que me preocupava se não diminuisse e fizesse o tempo que os outros esperavam de mim. Então, chegava estourada logo após a corrida e ficava dias com dor no meu cisto por conta do esforço excessivo.
    Aí aprendi que cada um no seu quadrado com seus problemas, limitações e também seus focos. Sempre gostei de distâncias longas e não costumo me ligar muito em marcar tempo das pequenas. Tenho 45 corridas em caixa e não consigo lembrar o tempo de todas. Mas, creio que se eu começar agora a postar nos blogs começa denovo aquela coisa de querer pódium etc. E olha, quero correr por muito tempo ainda, por isso continuarei sem postar! a não ser claro quando for bom demais ou pegar pódium para compartilhar a alegria, por que as derrotas, os tempos ruins, eu prefiro ficar comigo mesma kkkkk.!!
    aliás, como todos os outros.
    A voce moça.. meus parabéns por que notei que diminuiu seus tempos com o passar das corridas, espero que continue assim, se essa for sua vontade! um grande abraçooo proce menina!!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelos seus tempos!! Muito legal ver a evolução do seu treinamento!!

    Eu espero manter um treinamento constante sem hiatos e poder registrar uma melhoria nos meus tempos também!! :)

    Abração!!!

    ResponderExcluir
  6. Grandes evoluções, Mayumi!
    Parabéns!
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  7. Aeeeeee Mayumiiiii!!!!

    Concordo com você, o importante é chegar bem e inteira!!! O tempo é para segundo plano...

    Parabéns pela dedicação!

    Dona D
    www.nomundodaslulus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ahhhh no meu caso se o tempo melhora muitoooo eu coloco no Blog se foi ruim,nem quero lembrar kkkkkk
    Mas eu quero e ser feliz tempo e o que menos importa no meu caso.

    Boa semana
    Fabi =)

    ResponderExcluir
  9. engraçado isso. Para mim o tempo é um parâmetro muito importante, não consigo deixar de me preocupar com ele. Talvez por isso esteja a tanto tempo de molho he he mas eu entendo perfeitamente quem não é assim e admiro muito quem coloca o tênis e sai para correr independente do motivo. Importante é a força de vontade de sair do sofá e praticar uma atividade física regular. O que move cada um é algo muito pessoal!
    Seus tempos evoluiram bastante!
    bjs
    Sergio
    corredorfeliz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Mayumi,

    Muito legal o seu relato, é sempre importante anotar os tempos nas distâncias e comparar com as outras provas.

    Bons treinos e continue evoluindo!

    Claudio Rinaldo
    http://numerodepeito.blogspot.com/
    http://cicloviadigital.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Mayumi,
    Não ligo muito para tempo, mas ele é um bom termômetro para indicar a evolução nas pistas.
    A gente sempre comenta o tempo, mas o importante, de fato, e chegar e ficar bem.
    Adorei a mulher na SS que ia abrindo o caminho com o bumbum siliconado.
    Valeu!
    Gilmar

    ResponderExcluir
  12. Entendo seu lado de não querer postar seus tempos Mayumi.
    Mas, como o Sérgio e o Gilmar comentaram, o tempo é muito importante, pois indica o quanto você evoluiu de uma prova para outra, ou de um treino para outro.
    Eu não vivo sem os meus. Possa ser bons ou ruins, eles sempre estarão postados no meu blog. rsrs
    Mas, se você, bem como a maioria das pessoas que comentaram aqui, acham melhor não levar em consideração na hora da edição das postagens o tempo e sim a satisfação de completar mais uma prova, que seja assim então.
    Desejo boa sorte a todos nas próximas competições e nós não vamos deixar de ser amigos por conta disso; certo? hehe

    Beijo e muitas corridas pra você.


    tutta/BALEIAS/Pr
    www.correndocorridas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. cara mayumi,

    acho legal esse revisitação das provas, para vermos nosso desempenho ao longo dos tempos.

    eu como sõu tão irregular, já larguei mão disso. meu horizonte é máximo 3 meses anteriores.

    o que vale é a alegria do esporte, que voce transmite bem.

    nos encontramos.

    valeu!

    nadais

    ResponderExcluir
  14. É o Tutta dando uma pressão na turma de trás. Dá muito prazer fazer um bom tempo, superar um tempo anterior, ver o resultado bom em alguma prova que você se propôs a fazer melhor. Gosto muito dos parâmetros e estou sempre olhando para o relógio. E para lembrar no futuro é só manter no computador salvo o resultado na pasta da corrida. Computador de corredor tá cheio das pastinhas com as corridas de 10, 21, maratonas, ultras, SS, Pampulha, etc.. Mas a informação de tempo dentro de um texto em que se conta experiências de uma prova depende muito do interesse que está norteando o relato. Às vezes informar o tempo é relevante, outras nem tanto por fatos mais importantes. Tudo depende do que se quer passar para os leitores. Esse relato da Mayumi dá para ver que as informações dos tempos dela estavam asseguradas para o futuro. Mas Tutta, eu te entendo demais. É difícil para alguém que corre sempre para melhorar o tempo entender quem sempre corre tendo tempo para mehorar um dia.
    Vou ver se dou uma melhorada nesse quesito no blog Baleias. Informo pouco os tempos, mesmo porque duvido que alguém se interesse muito pelos meus elásticos tempos. Abraço para todo mundo, os com relógio e os sem relógio. Miguel Delgado.

    ResponderExcluir