31 de jul de 2012

Cada kitigai que a gente encontra pela frente...

Fala, gente! Treininho bom hoje? Chuvisco e temperatura amena, tudo de bom para treinar, não é? 
Sábado, eu me despedi do Gagá, mas deixei-o em boas mãos! Ele vai ficar com o Éber Valentim! Só que o Gagá vai levar um susto, pois o Éber corre com o dobro da minha velocidade, já pegou vários pódios, entre eles, um terceiro lugar na Mini-maratona de Paraty, aquela sudidona! Acho que ele vai pensar: "Epa! Acho que a Mayumi tomou um pozinho proibido! Vai ser pega no dopping!". Rsrsrsrs.
Éber Valentim, cuide bem dele! 
Ai, coitadinho do Bandit! Rsrsrs. A sua dona foi correr e deixou-o amarradinho! Um dia destes, ele escapou! Como foi difícil alcançá-lo! Kkkkk. 

Sábado, corri com o Ziel. 14 km em ritmo bem confortável. No final do treino, encontramos o Tião Moreira. Ele estava sem câmera e eu estava fotografando! O dia em que a Mayumi fotografou um fotógrafo! 
Ziel no final do treino. valeu!
Tião Moreira, peguei-o sem a câmera! Rsrsrs.
Logo depois, encontramos a Donna D: Ivana Vallada! Só caminhando, a gente encontra as pessoas! 
Ivana Vallada em seu treino
Ela tinha enviado um torpeido perguntando se eu ia treinar na USP, mas só vi o recado quando fui fotografar o Ziel no final do treino um pouquinho antes de encontrá-la! Eita! Ivana, eu queria muito, muito ir para a meia de São Bernardo do Campo! Já fiz aquele percurso 3 vezes e sempre gostei, mesmo com o tornozelo torcido um pouquinho antes da largada! Sobe e desce que não acaba mais, feira,Via Anchieta, moradores e Av. Piraporinha no meio do caminho. Muito bom! Porém, o mestre sugeriu experimentar outra prova. Ai, caramba, por que realizam duas provas de mesma distância em lugares diferentes? 
No final do treino, fomos alongar. Viu só, Leo Hacidume? Você "mandou", estamos fazendo: "Alonga aí, pô!". Kkkkkk.



Mas, quando chegou a hora de ir embora... a profa Sinara deita em cima do capô do meu carro e provoca um... congestionamento monstro de... 3 carros! Kkkkk. 


Quando eu pensei que ela finalmente se levantou, estava quase acelerando e... ela inventa de fazer exercícios! Kkkkk. Daí, foi buzinada geral! 


Mas ela não estava nem aí, pois agora tinha reforço: o prof. Marco! Afff...

Terríveis! Kkkk.
Cada uma! E no dia seguinte que ia ter a 1ª Corrida e Caminhada Nipo-brasileira, na região da Sé? Eu fui trabalhar e não pude participar! 

Mas, os representantes da "colônia Branca Esportes" estavam, lá todos de olhos puxados! Vejam só! Todos eles afirmam que eram legítimos japoneses e que só tinha um disfarçado e fajuto! 
Fotos e comentários descaradamente "roubadas" do Facebook da Monica Kulcsar. Kkkk.
Comentários:
Cristiane Sano: São todos vindos do Japão, né?? Made in Japan originais, né?? Rsrs.
Monica Kulcsar: Olha, prima, ouvi dizer que tinha um único japa ali, falsificado, mas não tenho certeza de qual era... rsrsrsrs.
Amélia Uema: Todos os japas são réplicas. Rsrsrs.
Eduardo Sano: Kkkkkkkk. O falsificado era EU!!!!
Cristiane Sano: Kkkk... a imitação tá ótima!
Maria Cecília L. Moraes: Ziel... nós somos os últimos representantes dos verdadeiros samugros ou seja, samurais negros.

Kkkkk. No ano que vem, a gente vai estar lá! Se tiver uma luso-brasileira, ítalo-brasileira, afro-brasileira, a gente vai também! Afinal, nós prestigiamos todas as nacionalidades! Tudo é motivo para correr, nem com cãibra a gente para! Alonga aí, pô, ô japonêissshhhh carioca!  Kkkkk. 
 Boa semana! 

22 de jul de 2012

No meio da correria, uma pausa para correr

Afff, semaninha corrida! Fiquei alternando o ambiente entre o meu local habitual de trabalho e a USP. Assumir compromissos diferentes realmente me dá muito prazer! É muito bom sentir estímulos diferentes! O Ricardo Hoffmann disse que sou ligada em 220 volts, mas acho que estou precisando de mais energia! A minha pilha está fraca! Rsrsrs.
Os treinos ficaram um pouco falhos nesta semana por conta de mudanças de horário e lugares, mas treinei leve. E como não poderia deixar de fazer, fui ao treino de sábado na USP, onde tirei algumas dúvidas com o mestre sobre provas e treinos. O recomendado ontem foi um treino leve de 8 km. 
Orvalho na grama e solzinho tímido na USP
Prof. Gustavo assumindo o alongamento da turma... e eu tirando fotos e ao mesmo tempo, alongando as pernas! Kkkk.
Prof. Branca instruindo um aluno
No meio do caminho, ainda encontrei alguns amigos, dentre eles o Valter Ide e o Tinny. 
Valter Ide e seu amigo Luis, na raia da USP
Trotei um pouco com o Valter e quase no final do treino, encontrei o Tinny dizendo que tinha vindo correndo de casa e que o treino dele era de 30 km. Daí, eu desconfiei que... como ele tinha feito a Maratona do Rio, ele devia ter se enganado e visto a planilha do mês anterior. No final do treino, depois de ter feito os 30 km, ele foi conferir a planilha e.. eram apenas 15 km! Rsrsrsrs. Olhem só a cara do rapaz! Kkkkk.

E esta é a nossa turma, já planejando "festas" futuras! 
Seiko Sato, Ciça, Luana e Bianca
Luana, Jerri Liu e Ana
Tinny e Andrea
Cerqueira
Hoje, fui buscar a segunda parte que compõe o trio de medalhas do Circuito Athenas. Como meu vizinho, Elio, foi buscar o kit no dia anterior, eu combinei de dar carona hoje. Só que ao chegar na Ponte Transamérica, o congestionamento já estava grande. Tivemos muita sorte em conseguir estacionar a tempo, perto da arena da prova. Fomos direto para a largada. 
E neste ínterim, perdi de vista o vizinho que deve ter ido se alinhar lá na frente, pois ele é Top 300. Encontrei o ultra-prof. Gustavo Abade, o anjo do Leblon que me acompanhou por 11 km na maratona. Hoje, ele estava lá para correr. Foi bom encontrá-lo, mas trouxe-me um pouco da lembrança da cãibra que tive na maratona! Rsrsrs. Desculpe-me professor, não é culpa sua! Mas sabe como é, cachorro mordido por cobra, tem medo até de linguiça! Kkkkk.
Prof. Gustavo
Dada a largada, fiquei fazendo hora lá atrás, passei o pórtico com uns 2 minutos e pouco, marcados no cronômetro local. Hoje, não levei o Gagá, decidi que não ia olhar para relógio, cronômetro, nada. E sabia que o percurso seria ida e volta pelo mesmo caminho, mas como o mestre Branca me disse ontem, eu não ligo para idas e voltas, não ligo para voltas e voltas no mesmo lugar, não ligo para música, nem para sabor de gel... ai... será que sou retardada? 
No meio do percurso, ouvi algumas pessoas me chamarem. Muito bom encontrar amigos... se bem que nem sempre eu os enxergo! Rsrsrs. Quando fiz a viradinha para voltar, o prof. Gustavo grita do outro lado: "Aí, Mayumi, hoje é sem cãibra!". Afff, nestas alturas eu já estava pensando em como ia comentar as monografias dos alunos da especialização, em como ia começar a aula de amanhã... de repente, lembrei-me da cãibra de novo! Kkkkkk. Mas, felizmente, ela não apareceu! Eeeee! 
Foto gentilmente enviada pela Netshoes diretamente para o nosso Facebook, com os dizeres: " Olha eu aqui!! Na metade do Circuito Athenas SP e com pique total!". Que pique total que nada! Rsrsrs.
Acho que foi no km 14, vi um homem vomitando. Parei um pouco e fiz sinal de positivo para perguntar se ele estava bem. Como ele me respondeu com um positivo, creio que tinha sido algo momentâneo. Mas fiquei preocupada. Quase na chegada, eu avisei o pessoal da ambulância UTI móvel que tinha um rapaz talvez precisando deles. Espero que alguém tenha ido sondar por lá. 
E mais ou menos na mesma hora, o Valter Ide me alcança e diz: "Poxa, até que enfim te alcancei! Você está com gás, hein?". E eu respondi: "Estou quase morrendo!". Rsrsrsrs. Naquela hora, o gás já tinha acabado! Ah, não porque eu tinha soltado pelo caminho, não me entendam mal! Rsrsrsrs.
Sei que terminei a prova e fui logo pegando uma banana. Estão vendo? Inconscientemente, ainda estou meio ressabiada com a cãibra! Rsrsrs. Caminhei em direção à arena do evento e logo comecei a sentir muita fome! Como a nutricionista me recomendou comer logo que terminasse um exercício físico, fui lá na tenda da "The Finisher" pedir uma pulseira para ter direito ao café da manhã e alguns brindes que estavam distribuindo. 
A staff da tenda da revista "The Finisher" colocando a pulseira
Mais staff no atendimento...
Encontrei o Marcelo nesta tenda. Ele dizia para a moça da tenda: "Espera! Veja se o meu cabelo não está despenteado! Não vai tirando a foto assim!". Rsrsrs.
Marcelo e eu
O meu vizinho, logicamente, já estava lá há mais de meia hora! Rsrsrs. Isto que dá pegar carona com pangaré! Kkkkk. Ele ainda foi bonzinho dizendo que, se eu quisesse entrar no barril de gelo, ele ia me esperar! Rsrsrs. Não muito obrigada! O meu negócio é um banho quentinho, sabe? De repente, me dá uma  cãi... ah, não vamos pensar nisso! Acho que estou traumatizada! Rsrsrs. 
Elio na tenda dos Top 300
Amostras de Beauty Candy ,  a balinha com colágeno
Café da manhã
E vamos que vamos! No domingo que vem tem a 1ª Corrida e Caminhada Nipo-brasileira (http://www.minhasinscricoes.com.br/CORCAMNIPOBRASILEIRA/2012/)

Por ironia, eu vou ministrar um seminário para jovens professores de japonês e não poderei participar! Gente, o nome da corrida é este mas poderão participar todos que tiverem vontade! Vão lá e depois me contem! Boa semana para todos! 

17 de jul de 2012

A correria continua... e os agradecimentos também!

As fotos a seguir são as que nós não conseguimos tirar durante a Maratona Internacional do Rio de Janeiro! Muuuito agradecida ao Enio Yuhara (Baleias) e à Drica Peixoto e seu marido (http://correndonaviagem.blogspot.com.br/). Como disse o Ricardo Hoffmann  (http://runforfree.blogspot.com.br), "... o que faz a pessoa ir para a rua num dia frio, com chuva, e enfrentar tudo o mais?? Oferecendo apoio e palavras amigas...tem que ter um coração muito bom, só esse casal!! Pra ficar tirando foto, mandando força, oferecendo coca-cola, amendoim, etc... só faltou quibe Drica!?? Vocês são demais! ". Muito obrigada por tudo! 
Aqui vão as fotos do início da prova, tiradas pelo Enio e do finalzinho, pela Drica Peixoto! Só não aceitei o chocolate que ela me ofereceu porque sou alérgica! Valeu a intenção! Estou sem palavras para agradecer!
Seiko e eu logo após a largada, sem pressa para nada, só curtindo, rsrsrs.
Estas são as paisagens que vi mas não fotografei! By Enio Yuhara



E aqui está o autor das fotos, Enio Yuhara. Muito obrigada! 
Esta é uma foto perto da chegada, agora trotando com o prof. Gustavo. By: Drica Peixoto
A semana que passou foi muito punk, cheio de atividades profissionais. Ficamos 3 dias em um local isolado, sem internet e sem sinal para telefone celular, fazendo um curso de imersão para alunos de japonês do Brasil todo e também de países vizinhos. 
O meu treino teve que ser às 5h50min da manhã, no escuro e na chuva!
Tudo que eu conseguia enxergar era a luz do refeitório...
Aos poucos, foi amanhecendo...
E consegui enxergar a estrada de terra... até então, estava dando voltas e voltas no cimento! Rrsrs.
Depois do treino e do chuveiro rápido, o dia já começava com ginástica matinal às 7h30min! Delícia! Nossa, nem parece que tive uma cãibra daquelas na maratona! Estou inteiríssima! Nem cansada estou! Rsrsrs. Tenho que manter o fôlego até o final do mês! 

Não é que a nossa colega inseriu neste programa 5 minutos de corrida leve, após a ginástica matinal? Então, saí correndo com as "crianças" (adolescentes, na verdade). Fizemos cerca de 880 m em 5 minutos. Aqui vão os registros!
Primeiro dia (quinta-feira) pela manhã.

Segundo dia (sexta-feira)...
Ensaio de dança japonesa
Um pouco de atividade indoor...
Escrevendo em japonês...
Um pouco da paisagem do local...
Estas flores de cerejeira são do local... não é Japão! Rsrsrs.
Na quinta-feira, choveu e fez frio! Mas as atividades foram realizadas com sucesso!
No dia de ir embora, tentamos aprender "mallet golf". Ai, como sou ruim de mira! Rsrsrsrs.
Esta é a estrada de volta...
A entrada do bairro... com um portal japonês (torii).
De volta à São Paulo, no sábado, levamos todos ao Festival do Japão, onde eles puderam apreciar um pouco mais da cultura do país que um dia sonham em conhecer. 
Dentro do Festival do Japão
Show de taikô (tambor japonês)
Na estande da nossa instituição, com um artista de Kyôgen (teatro cômico japonês) e um colega.
E este foi o meu almoço!  Hummm...
Findo o programa de imersão, domingo foi o dia em que fui assistir uma missa loooonga, em um templo budista. Uma vez ao ano, faço isto! Confesso que tive que ter muita concentração até o término da missa, que durou 4 horas e 20 minutos. Não sei se já disse por aqui, mas eu sou neta de monge! Fiquei pensando na missa se é mais fácil correr uma maratona, movimentando o corpo constantemente, ou assistir a uma missa longa, ficando com o corpo quase estático por este tempo todo. Bem, se quiserem provar, tentem depois dar uma resposta a si mesmos! Rsrsrsrs. Outra fase em que pensei a mesma coisa foi quando tive um belo de um descolamento de retina e tive que ficar quase 4 semanas olhando para baixo, dormindo de bruços, comendo com a cabeça voltada para o prato e não podia levantar a cabeça para nada, não conseguia assistir televisão e nem ler livros...  foi uma prova dura, acho que mais difícil de aguentar do que movimentando o corpo incessantemente. Querem experimentar? Rsrsrs.

Ao chegar em casa, pela internet que no Brazil Sports Show tinha uma estande da Garmin e logo pensei: "Acho que vou lá só para ver se tem pulseira para trocar!" E não é que achei! Pelo adiantado da hora (eram mais de 17h) não consegui entrar de graça no evento, mas deu para apreciar um pouco do final dela! 




Ahaaa, conseguiram consertar a pulseira do Gagá!!!  Pulseira novinha! 
Programa para quem quer começar a correr...
E como não podia deixar de ser, dei uma paradinha na estande da bikes! 
Bem, com estas atividades todas, os meus treinos ficaram em segundo plano, mas vou recuperar o fôlego! Afinal, esta semana ainda promete! Tenho que ministrar uma parte de um curso de especialização para professores de japonês, na USP. Material preparado, Power Point checado e lá vamos nós! Amigos e colegas, obrigada pela confiança! Até mais!