25 de mar de 2012

Eu só perguntei!

Fala, minha gente! Como vão de treinos? Pois é, faz 2 semanas que estou preferindo treinar no Ibirapuera em vez de ir à USP. O pessoal disse que eu estou faltando muito! Rsrsrs. Mas, como estou com a "lista de presença" (câmera fotográfica) em mãos, tenho como provar que eu não cabulei os treinos! Como diz a Mônica Kulcsar, se não tiver fotos, é sinal de que você vai levar falta! Kkkkk.
Por falar em treinos, até tenho um apelido agora! A professora Sinara me chama de "Teco". Isto porque a "Tico" é a Seiko! 
Tico e Teco no treino de terça
Kkkkk, estávamos fazendo um treino de tiros e a Seiko estava correndo no mesmo ritmo que eu. Ora a cabeça de uma ia pro alto, ora da outra... e a profa Sinara disse: "Olha o Tico e Teco!". Rsrsrs.
Profa Sinara: Olha o Tico e Teco! 
Maricy, Seiko e Monica em trote de aquecimento
Rita e Bandit.Parece que ele achou alguma coisa! 
Edson e sua filha Livia, recém-casada e recém-voltada ao treino
Outro dia,cheguei ao Ibira às 06h40min e estava indo para o percurso de 3 km, quando vejo o carro da Tico estacionado... pensei: "Se o carro está aqui, ela deve estar por perto!". E não é que ela já tinha terminado o treino e estava, na surdina, tomando uma água de côco! Eita, isto é muito bom! Em que parque tem água de côco a esta hora da manhã, minha gente! 
Seiko e sua água de côco às 06h40min da manhã!
Kkkk, olha só o comentário que a Seiko me envia: "Tinha acabado de fazer o treino, comprei o côco e me escondi logo que vi a Selma Benia correndo na minha direção. Não queria correr o risco de tomar uma assoviada assim cedo com um côco na mão. E eis que, como num passe de mágica, surge do nada você e naturalmente saca a máquina fotográfica!". Rsrsrs.

Pois é... ô Tutta, quem mandou você tocar no assunto "tempo"! Rsrsrs. O mestre agora envia até o tempo final de treino, além da km! Caramba! Agora, o bicho vai pegar! Faz 2 dias que estou apanhando do boneco do Garmin! Ele me deixa comendo poeira! Kkkkkk. 
Perdi para o boneco por 2min10seg...  treino de 22 km
Perdi pro boneco outra vez: 5min37seg. Treino de 30 km
E os treinos continuam! O pessoal me pergunta: "Você está treinando para que prova?". Pois é... até outro dia, eu não sabia ao certo. Eu SÓ perguntei ao mestre se eu tinha condições de correr a Maratona Caixa do Rio de Janeiro, ao que ele respondeu: "Vamos treinando. Até abril, acho que já dá para saber.". Fiquei pensando: "Dá para saber o que?". Esta semana, comecei a desconfiar o que daria para saber! Rsrsrs. Faz algumas semanas que, sorrateiramente, o mestre tem incluindo alguns km a mais nos meus treinos. Quando eu perguntei se poderia correr os 10 km do Circuito Vênus, ele disse: "Vai lá!". Porém, um dia antes, tinha 23 km de treino. Na semana seguinte, não tinha nenhuma prova. Mas tinha 22 km  de treino no sábado e 12 km no domingo... Esta semana teve treino de tiros e também de rodagem, 30 km no sábado e 01h30min de caminhada rápida no domingo. 
Paulo do carrinho de água de côco! Deixei minha garrafinha lá para tomar de 4 em 4 km. Obrigada pelo apoio!
Ana Luiza "Animal". Olha isso! Ela já tinha terminado o seu treino e eu estava só começando!
Ezequiel. Estava rodando 28 km no sábado. Prazer em conhecê-lo! 
Gê Oliveira e Mariam após o treino.
Esta Gê... me escreve no Facebook: "Eu e minha amiga Mayumi Yoshikawa. Acredita que ela tinha terminado 30 km? Vou falar para o Branquinha aumentar o treino dela! Rrsrsrs.".Nem brinca, Gê! Rsrsrs. Hoje, também encontrei o pessoal no Ibira! Perguntei aos alunos mais antigos do Branca se "perguntar" sobre a participação em uma maratona é "confirmar" que vai à prova. Eles riram: "Ah, se você perguntou, é a mesma coisa dizer que quer ir. Depois desta pergunta, ele vai te dar 30 km num sábado, mais 30km no outro e assim vai até perto do dia da maratona!" Kakakakaka. Estou perdida! Rsrsrs. Mas, lógico que isto foi pra me assustar! Ou não foi? Rsrsrsrs. Na vez anterior, eu escolhi a maratona e fiz alguns longos, como os de agora. Porém, como eu era aluna nova, creio que ele estava analisando o meu caso. 
Bianca: 32 km no sábado. Depois de algumas voltas no Ibira, foi correndo até a USP.
Fabíola e Eliete. A Fabíola disse que tinha feito 60 km no sábado e hoje, estava caminhando!
A turma reunida após a caminhada: Andrea, Monica Kulcsar, Eduardo Sano, Luana e Monica Lopes.
Acho que eu não vou perguntar mais nada ao mestre! Rsrsrs. Descobri que quem vai dar a resposta se vou poder ou não correr uma maratona em julho, não é o mestre, mas EU MESMA! Ou melhor, o meu corpo! Rsrsrs. Isto é profundo! Requer uma boa reflexão! 
Se eu disser mais alguma coisa, ele vai perguntar: "Tá com medo? Por que veio?". Kkkkkkkk. 
Momento de descontração:
Dois cachorrinhos se conhecem no meio do parque.
O arranjo de flores de dentro do banheiro do Ibira hoje. 

19 de mar de 2012

Os meus tempos nas corridas

Hoje, vou escrever sobre um assunto pouco tratado aqui! O Tutta comentou aqui o seguinte:
"Caramba, a maioria dos blogueiros relatam suas participações em provas e nem colocam tempo ou colocação que ficaram. Como lembrarão no futuro???"
Como me lembrarei no futuro? Vou me lembrar que a corrida foi muito legal, vou lembrar que estava quente, que alguém soltou gases e eu não consegui respirar, rsrsrs. Bem, Tutta, realmente os tempos e as classificações em provas ficam em segundo plano aqui. Mas confesso que fico muito feliz em ver a classificação dos amigos, principalmente quando pegam pódio ou tem uma história de superação pessoal! Deve ser muito bom subir lá em cima! Mas, como eu não tenho nenhuma experiência assim, eu relato o que acontece lá na área da Elite F (F de fundão! Rsrsrs). E é bem parecido com o que acontece lá na frente. Só que em câmera lenta! Kakakaka.
Brincadeiras à parte, só por curiosidade, fui dar uma espiadinha nos meus tempos, desde que comecei a correr. 
O tempo da primeira corrida, eu não consigo esquecer! Fui desafiada pelo meu marido a correr os 10 km da Corrida contra o câncer de mama (quando ainda nem era organizada pela Yescom), sem ter que voltar de ônibus cata-morto! Foi em maio de 2005. Corri o tempo todo olhando para trás para ver se o ônibus não estava atrás de mim! E como achava que o chip servia para monitorar se a gente não estava andando (achava que se andasse, iriam nos desclassificar, kkkkk), corri feito condenada, nem parava para beber água. Cheguei esbaforrida, toda mijada de emoção e... olhando para trás para não perder a aposta com o meu marido! Kakakaka. Estava realmente ofegante! O meu tempo foi de 01:02:36. Este número, eu gravei! Rsrsrsrs.
Depois desta corrida, participei de várias de 10 km. Peguei gosto pela coisa! E como não lembro muito dos tempos, fui rever o histórico dos sites de corrida e anotei os tempos de algumas corridas, que escrevo aqui embaixo. Deixei em negrito o meu pior e melhor tempo! 

10 km
10ª Corrida Corpore Bombeiros     julho/2005      01:01:47
Bowerman                                      maio/2006      01:02:23
Graacc                                           abril/2007       01:01:31
Alphaville Running                      agosto/2007   01:05:34
Graacc                                           maio/2010      01:02:46
Graacc                                           maio/2011      00:58:45
Tribuna-Santos                            maio/2011      00:56:38
Circuito Vênus                               março/2012    00:58:54

Só vendo os números, não dá para saber o que aconteceu. Mas lembro-me muito bem do Alphaville Running, em 2007. Corrida na região dos condomínios da Alphaville, inscrevi-me pensando que a corrida seria bem light. Ledo engano! Bem na largada, uma descidona! E na volta, esta mesma descidona vira uma subidona! E eram 2 voltas assim! Kkkk. E não sei o que aconteceu que, no final da corrida, as minhas pernas coçavam tanto que tive que ir voando para casa e entrar debaixo do chuveiro! Affff. Mas, a camiseta e a medalha desta corrida eram muito bonitas!
Alphaville Running 2007
Agora, a Tribuna de Santos é ótima! Toda plana, à beira-praia, largada em ondas! No ano passado, peguei a terceira onda e bati o meu recorde! 

15 km
Sargento Gonzaguinha 2007           dezembro/2007      01:34:38
Sargento Gonzaguinha 2008           dezembro/2008      01:31:21
Sargento Gonzaguinha 2009       dezembro/2009     01:39:36 
Corrida Libbs/Corpore                maio/2011             01:28:48

A minha primeira corrida de 15 km foi a Sargento Gonzaguinha. Percurso quase todo plano. Em 2009, choveu tanto nesta corrida que cheguei feito dálmata em casa: a pista de carvão da Academia da Polícia Militar estava espirrando carvão para tudo quanto é lado! Rsrsrs. E na Corrida Libbs, onde bati meu recorde, a turma do "Agora é Tarde" jogou uma paçoca em cima de mim, e me fizeram perder alguns segundos! Kakakaka. 

São Silvestres
2007     01:49:51
2008     01:42:21
2009     01:48:34
2010     01:39:50

Em 2006, o calor estava insuportável, mas choveu e foi muito bom! Não consegui achar meu tempo deste ano! Acho que foi o último ano em que as mulheres largavam às 15h. No ano seguinte (2007), tinha ganhado uma inscrição do Controle de Qualidade Hospitalar (sobra de inscrição para médicos do Hospital das Clínicas) e tive que correr com uma camiseta de manga curta, muuuito grande! Sofri demais! Os médicos com a faixa: "Médicos na SS!" e eu no meio, todos perguntando onde eu clinicava e eu dizia: "Eu não clinico! Sou paciente!". Kakakaka. E o meu recorde em 2010 se deve a ter corrido atrás de uma mulher que parecia ter colocado silicone no bumbum. Ela estava com uma legging preta, toda apertada e ia abrindo caminho por onde passava! Eu aproveitei a sombra e corri o tempo todo atrás dela! Logicamente, o condicionamento ajudou a acompanhá-la, pois tinha umas pernas bem longas! Rsrsrs.
Na escadaria da Faculdade de Medicina USP (São Silvestre 2007)

Meia-maratona (21 km)
Meia-maratona Int. de SP 2008                                 março/2008            02:22:27
Meia-maratona Corpore                                            abril/2008               02:22:04
6ª Meia-maratona de São Bernardo do Campo          agosto/2008           02:11:58
Meia-maratona Int. de SP 2009                                 março/2009            02:23:16
8ª Meia-maratona de São Bernardo do Campo          agosto/2010           02:24:35 
9ª Meia-maratona de São Bernardo do Campo     agosto/2011          02:25:07
Meia-maratona das Pontes                                         setembro/2011       02:21:16
Circuito Athenas (3ª etapa)                                     novembro/2011    02:08:16

Na 9ª edição da meia de SBC, um pouquinho antes da largada, eu torci o tornozelo porque não vi a calçada terminar e caí! Como não estava doendo, resolvi correr, mas bem devagar! Depois da corrida, o meu pé inchou! Tive que ir ao pronto-socorro! Uma semana depois, iria ao Paraguai, onde estava inscrita para outra meia. Mas já tinha decidido que não ia correr! Só que, quando vi a minha amiga na largada... resolvi acompanhá-la, mas trotando, andando e tirando fotos! Foi uma farra! O meu pé aguentou firme! Não aconteceu nada (não contei o tempo desta, pois não valeu! Fui e voltei tantas vezes no percurso que devo ter feito uns 22 km! Rsrs). Três meses depois, já recuperada, bati o meu recorde que desde agosto/2008 não conseguia bater! Sei que o percurso de SBC (recorde anterior, em 2008) não é fácil, mas comparado ao resultado da Meia das Pontes em setembro/2010 (mesmo percurso da Circuito Athenas), vejo que o tempo melhorou. No meio do percurso desta meia do Circuito Athenas, ainda levei um tombo e deitei no chão, literalmente! Mesmo assim, o meu tempo foi melhor que em setembro! Rsrsrs. Tive a agradável companhia do Caloi, o detentor do recorde sulamericano da Comrades! O cara corre em qualquer ritmo!
Caí e bati o cotovelo! Ai, que dor de cotovelo! Rsrsrs.
Já faz um tempo que digo ao mestre Branca: "Olha, mais que isto, não consigo!". Rsrsrs. E ele nem me responde a esta pergunta! Ele finge que não leu! Kkkkk. Em vez disso, ele escreve: "Parabéns pelo treino! Parabéns pela prova!". E quando digo que faltou fòlego no final, ele diz: "Vamos tentando e vendo qual a melhor tática!", "Não quero saber dos seus tempos! O importante é chegar bem!". E por aí vai. Mas, quando você vê, os tempos acabam melhorando, sem você perceber direito. Eu pensei que nunca fosse baixar o tempo nos 10 km... quanto menos em meia-maratona. E sabemos que, quanto mais idoso... tudo cai... menos o tempo! Rsrsrs. É... o cara é bom mesmo! Aliás, tive muita sorte com os meus 2 treinadores! O primeiro, pela dedicação e atenção. O segundo, pela experiência em treinamentos. 
Circuito Athenas 2011: depois do tombo! 
E quanto às maratonas? Bem, acho que tenho muito poucas provas com esta distância para poder falar sobre os tempos delas. Quem sabe, um dia eu possa saber de fato qual é o meu ritmo nos 42.195m. Não tenho ainda uma ideia muito precisa... a primeira, fiz em 04:42:33. A segunda, em 05:21:00. Duas maratonas internacionais, duas completamente diferentes, tanto em termos de percurso quanto de clima. Estou aqui, morrendo de medo de fazer uma prova nesta distância em solo brasileiro! E pelo jeito, o meu ritmo de provas será... uma maratona a cada 2 anos! Tá bom assim? Rsrsrs. Bons treinos!

11 de mar de 2012

Largada em ondas! Largada em ondas!

Eeeee, quase não vou para esta prova, hein? O nosso mestre recomendou correr 15 km ontem e hoje, os 11 km da Abertura Corpore. Quase que não me inscrevo para esta prova. mas, quando eu li "Largada em Ondas", pensei: "Epa! Na última pesquisa de satisfação que a Corpore nos enviou, eu sugeri a tal largada em ondas!". Seria sacanagem pedir e não ir, né? Rsrsrs. Ah, quem quiser detalhes sobre este tipo de largada, entre no site da Corpore que o professor Mário Melo explica!
No site dizia: para funcionar, os participantes também terão que colaborar largando no setor do seu ritmo. Com toda a razão,  não adianta implantar algo se não funcionar por culpa dos participantes não estarem com vontade de colaborar para que dê tudo certo! Felizmente, à minha volta, só vi gente bem educada. O meu setor era o H (6 min/km) e todos que estavam à minha volta, estavam com o número de peito deste setor.
A nossa onda era a terceira (5 minutos de diferença entre as ondas). Portanto, antes da primeira onda largar, de onde estávamos, nem se enxergava o pórtico. Depois da segunda largada, chegamos mais perto. E quando se deu a terceira largada... fuóóó, música de largada e tudo o mais... 3 vezes a mesma emoção de uma largada... nooossa, lembrei-me da Jacke: ela fica toda arrepiada na largada! Acho que sou do time dela! Rsrsrsrs.
Antes da primeira largada, não se via o pórtico de onde estávamos
Depois da segunda largada, já dava para enxergar o pórtico. Era só esperar mais um pouquinho que íamos ouvir o soar da largada e a música!
Antes da prova, nos aquecemos, alongamos e o mestre diz: "Não quero saber de tempo! Se fizerem um tempo bom, parabéns! Mas, não quero que ninguém chegue morrendo!"
Na largada, eu estava emparelhada com o Eduardo Yamada que disse que hoje faria um "treino leve". Bem, o "treino leve" dele é um pouco mais rápido que o meu "correr com tudo"! Mas, como a largada em ondas tinha sido um sucesso, resolvi correr na minha máxima velocidade até o ponto em que eu aguentasse! O Eduardo Yamada foi me alcançar lá na subida depois do cavalo da Poli, rsrsrs. Ele chamou a minha estratégia de "suicida"! Kakakaka. Mas, o mestre não deu folga, não! Acho que vou levar um pito por isso! Bem no início, não sei como, no meio da multidão, ele me achou e gritou "MAYUMI!". Dei um pulo de susto e saí correndo mais rápido ainda! Kakakaka. Depois, da corrida, ele cochichou nos ouvidos da Seiko: "A Mayumi estava indo rápido demais porque  acho que os gases estavam empurrando ela pra frente! Ela estava dando cada pulo!". Kakakakaka. Vi o mestre em outro momento, distribuindo água ao pessoal, perto do km 6. Mas, como sempre, eu não o tinha visto. E de novo, ele dá um susto: "Eeee, Mayumi, nem vai tomar água? Você está me desobedecendo!". Rsrsrsrs. Depois desta, tive que pegar um copo com água! Disfarça! Caramba, hoje estava "powerfull"! Rsrsrs. 
E a Corpore em parceria com a Libbs, dá um show de aconchego às mulheres. Muito bom o Espaço Mulher! Ganhamos até uma viseira! 



Não faço muita questão de brindes. O essencial numa prova é ter o percurso bem planejado e evitar o máximo possível o tumulto, que provavelmente se dá porque a organização não prevê o que se pode acontecer numa prova com número grande de participantes. Mas, felizmente, no site, tudo estava muito bem explicado. É só seguir as instruções e dá tudo certo! E se pudessem diminuir o valor das inscrições, seria melhor ainda! Rsrsrs. Falei, gente! 
Degustação de produtos Midway
A mulher estava bem no alto, mas o homem era muuuito alto!  Acho que a minha cabeça batia na altura da cintura dele!
E olha o palhaço!
Ah, desde ontem, estou reencontrando pessoas que não via há muito tempo! Acho que a temporada está só começando este ano! Avistei a Ivana do outro lado do percurso, encontrei o Valter Ide antes da largada, e ontem no treino, encontrei a Valéria Lopes, que há mais de um ano não via, e o Daniel Gonçalves no meio do percurso do treino, na raia da USP! 
Eu e Valter Ide
Eu e Valéria depois do treino de ontem
E lá vão as fotos da galera!!!
Ei! Sou eu quem vai tirar fotos, Rodolfo! Rsrsrs.
Olha o mestre com o professor de futebol dele!
Cleide após o treino
A família de Alexandre Henriques (sua esposa Ana e seu filho)
E esta é a turma do Ipiranga!  Sim, agora tem treino no Ipiranga também!
As Selmas (Nakakubo e Benia) voadoras!
E agora, pose para a foto! Click! 
Angelita!
Seiko e seu número de peito 21000
E, para variar, ontem fui visitar a vó Lucina que não treina há muito tempo, também, por conta do trabalho. Fui levar um gato da sorte (maneki-neko)! Esta é guerreira! 
Boa semana a todos! 

8 de mar de 2012

Mulheres guerreiras

Estou atrasadíssima, mas não poderia deixar de citar aqui o nosso dia!
Hoje, conheci a Filomena Salemme e a Roxanne Ré, da Radio Estadão ESPN. Eles estavam transmitindo a sua programação diretamente do Museu Casa das Rosas.  
Staff da Estadão ESPN
Staff da Estadão ESPN distribuindo água e rosas às mulheres. Muito obrigada! 

As entrevistadas eram mulheres ilustres e, ouvindo a Rádio no carro, ouvi uma policial militar falando do seu dia a dia. E vi in loco a Eloisa Arruda, secretária da justiça e da defesa da cidadania de São Paulo sendo entrevistada pela Roxanne Ré. 
Eloisa Arruda, secretária de justiça e defesa da cidadania de São Paulo e Roxanne Ré
Muito gentilmente, consegui tirar uma foto com as duas jornalistas! Mulheres que fazem a notícia rolar!
Roxanne Ré, eu e Filomena Salemme
E vamos às fotos de outras mulheres que encontrei hoje e que também dão o duro desde cedo! 




















 A todas, parabéns pelo dia! E vamos à batalha!