22 de nov de 2007

O começo de tudo!

Outro dia, escrevi para uma amiga blogueira e ela disse: "Você é muito engraçada! Por que você não faz um blog?" Obrigada Jackelyne. A sua idéia me motivou!
Então, vou começar com muuuito atraso, mas prometo escrever as minhas experiências nestes quase 3 anos de corridas! Olha, não foi fácil... eu transportava 10 quilos a mais entre massa gorda e massa magra (quem me informou foi a minha nutricionista!) com estas minhas pernas curtas e gordas! Não conseguia correr, só andar... blá, blá, blá... xiii, esta história, já ouvi!
Bem, mas o fato é que, eu tinha acabado de extrair o meu útero, trompas e ovários... não por livre e espontânea vontade (rs). Eu quase morri... de medo! Estava com câncer! E o resultado? Depois de 3 semanas da cirurgia, voltei à academia, e com a supervisão de um ginecologista que freqüentava a mesma academia, eu consegui voltar a fazer até exercícios abdominais. Depois de 4 sessões de radioterapia, estava voltando ao normal. Estava gorda? Sim, mas diziam que eu iria engordar mais ainda por causa da cirurgia! Fui à nutricionista e ela disse: "Se você fizer o que eu lhe disser, não vai acontecer isto!". E fiz! Não é que depois de 9 meses de orientação, nascia uma nova Mayumi?
O médico que freqüentava a academia, ficava correndo na esteira e dizia: "Vamos, correndo, agora que você emagreceu, não vai mais ter desculpa, hein?" Só de vê-lo correndo cansava. Mas comecei a trotar para ver se "era gostoso". Putz, cansava prá caramba! Mas, vamos lá, não posso ficar dando uma de coitadinha. Trota 3 minutos, anda 2, trota 3 minutos, anda 2... trota 5 minutos, anda 1, trota 5 minutos, anda 1... Trota 30 minutos... opa! Está ficando bom!
O dono da academia mudou e junto com a nova equipe, veio um instrutor de corrida: Arthur Valonzes! Agora a coisa anda! "Fez o exame ergométrico? Fez o teste de pisada? Tem um freqüencímetro? Cadê a planilha?" Bem, mas isto foi só o começo! Querem saber o que aconteceu depois? "Olha a postura, respira fundo, pisa com o calcanhar, rola o pé até o dedão, passada mais larga!" Como? Com estas pernas curtas? Só se for com perna de pau! Mas, até que dei uma melhorada... nas fotos!

4 comentários:

  1. O querida Mayumi...
    Vc é um exemplo viu menina...
    Não é qualquer um que tem essa força de vontade..

    bjs
    Jacke
    descobri seu blog .. hahahaha

    ResponderExcluir
  2. Mayumi-san!!!!

    Td bem com vc?

    MUUITO LEGAL seu Blog.

    O Ciro sabe da estória do peitim? Conta pra ele senão ele vai me achar um bacatarê...rs...rs.

    Aquele abraço!!

    MAURICIO

    ResponderExcluir
  3. Olá novamente. Digo novamente, pois há pouco deixei um comentário em seu último post. Fiquei curioso pra conhecer o seu primeiro. O primeiro é sempre mais revelador (acho).
    Gostei ainda mais.
    Poxa! E o trem foi lá em 2007. Na verdade, em 2007, já tinham 3 anos do seu CA. Parabéns!!!
    Grande abraço.
    LG

    ResponderExcluir
  4. Mayumi!
    Fiz como o Luís acima, postei na atualização do dia e resolvi conhecer a tua história desde o início.
    Caramba, sem palavras!
    Algo nos motiva além do que realmente imaginamos.
    Cada uma carrega em si a força extrema da mudança, da virada em si.
    Parabéns, comecei a correr por motivos bem diferentes e menos traumáticos, mas igualmente importantes no contexto da minha vida.
    Abraço... Ingrid

    ResponderExcluir