5 de dez de 2007

Recuperando o fôlego

No ano seguinte, em março, fui participar de uma corrida de 6 km na USP. Estava me recuperando ainda do baque de ter ficado parada por 5 meses e pouco. Estava treinando há 4 meses, e já estava conseguindo correr um pouquinho mais sem me cansar tanto. Afinal, tinha que conseguir correr mais, senão, eu poderia voltar a ter 10 kg a mais! Não, nem pensar! Reeducar a alimentação, já havia conseguido, mas carregar 10 kg a mais, nunca mais!
Bem, a corrida começou e lá vamos nós, pelo retão, depois tinha uma viradinha e uma subidinha de leve, mas que, para quem estava recuperando o fôlego, tinha que ser corrida um pouco mais devagar e respirando fuuuundo! Até aí, tudo bem! Só que... alguém na minha frente, soltou um gás com um... cheiro de enxofre... que eu e mais uma menina que estávamos atrás desta pessoa, tivemos que sair, cada uma para um canto, com um sorriso amarelo... abrindo um enorme espaço atrás da pessoa! Ai... lá se foi meu fôlego pelo espaço... mas, continuei... maaaaais devagar ainda rsrsrs. E repirando, não tão fundo como estava, porque senão, ia desmaiar! Consegui chegar em 38 minutos e pouco. Até que, para quem repirou gás venenoso, não estava tão mal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário