17 de mar de 2008

Um pai perdido na corrida!

Neste domingo, foi realizada a corrida da Track & Field, nas imediações do Shopping Villa-Lobos. No dia anterior, meu marido tinha que trabalhar à noite, e eu estava apreensiva, pois quando isto acontece, de vez em quando, o telefone toca de madrugada. Felizmente, ele não tocou e pudemos acordar em tempo para ir à corrida. Chegando lá, encontrei alguns colegas corredores, como a Márcia, a Drica e o Marcelo Mauro da Playteam. Fiquei procurando o Valter Ide por um tempão, pois tinha que devolver alguns prospectos de maratona que ele tinha me emprestado, mas não consegui encontrá-lo! E o nosso amigo Rui Carlos, cuja filha treina com a Jacke na Run for Life, estava procurando-a, pois ela iria correr, mas não tinha conseguido encontrá-la. Dada a largada, estava indo em meu rítmo, a passos de formiga, quando o Rui Carlos chega correndo e diz que não tinha encontrado a filha ainda e que iria correr o percurso para ver se a encontrava. O fato é que, se ele corresse comigo, iria "trotar", pois eu corro a uma velocidade média de 10km/h. Ele disse que tinha vindo da casa dele correndo e isto daria aproximadamente 8 km. Depois ele foi "trotar" por 10 km, agüentando minhas paradas para tomar água! Aaah, "IA" agüentar minhas paradas, massss, na primeira parada, quando abri o meu copinho para beber, ele já deu uma dica:
-Mayumi, não abra o seu copo assim, pois assim, você derruba toda a água pelos lados, sem falar que você pode se engasg...
-Cof, cof, cof
-Eu disse! Então, faça um furinho aqui e aperte o copo assim, como se fosse um squeeze!
-Aaaah, assim não engasga! Rsrsrs.
Pois é, gente, perdi o pretexto para dar uma paradinha e respirar! Rsrs. Tive que ir no rítmo de trote do seu Rui, mas eu estava a mil por hora! Ou melhor, a 10km/h.
Mais da metade da corrida e a gente não achou a filha dele, a Juliana. Chegou no 9° km e ele disse:
-Bom, agora é hora de dar o sprint final!
-Um sprint? Tô ferrada -pensei. Pensei que tivesse correndo com tudo! Kkkk.
E foi nesta hora que encontramos a filha dele. Estava dando o sprint final dela, também! E como corre! Fui na onda e chegamos ao final. Olhei pro relógio e tinha dado 58:22! Nossa, voei! Normalmente, termino as provas em mais de 1 hora ou coisa parecida, mas terminar em 58:22 é a primeira vez. Teve uma outra vez que consegui terminar em 58:55, mais ou menos. Portanto, ontem, eu bati meu recorde pessoal, que para o Rui, foi um trote de leve! Mas, valeu! Se não fosse pelo sprint, não teríamos encontrado a Juliana, não? Aliás, depois de terminada a corrida, eu comentei com ela:
-O seu pai corre, hein?
E ela:
-É, sabe que na semana passada ele foi correr comigo e quase me matou!
Nossa, se eu soubesse, teria diminuído o rítmo! Rsrsrs. Finda a prova, me alonguei e estava no estacionamento quando avisto uma pessoa que já tinha visto em algum lugar... onde será que o vi? Olhei, olhei a camiseta escrita "Run for Life" e daí lembrei: ah, a foto do blog da Jacke! Bati nas costas dele e perguntei:
-Você não é Beto, o amigo da Jacke?
Ele ficou me olhando com aquela carinha de "nossa, será que estou ficando tão famoso assim?". Daí eu disse:
-Vi sua foto no blog da Jacke! Eu sou amiga dela!
-Ah, foi mesmo? Pois é, treinamos juntos! Depois que comecei a correr, já emagreci 8 quilos. Olha não como mais frituras, quando dá vontade de comer, como fruta, sabe, sempre tem uma fruta na minha malinha, no trabalho, no carro...
E olhou para o meu marido e disse:
- Você corre? Não? O que está esperando? Já está de tênis, é só começar. Quando eu comecei, não conseguia correr 500 metros, depois de tantos treinos, fiz a minha primeira prova de 10 km em 1:10, depois baixei pra 1:00, depois pra... e hoje fiz em 55 minutos.... olha, isto vicia! É muito bom., começa aí, não fica parado não...
Rsrsrs. É realmente, uma simpatia de pessoa, este Beto!
Entramos no carro e... quem disse que íamos conseguir sair de lá! Todo mundo querendo sair ao mesmo tempo, um baita congestionamento... mas, apesar disso, conseguimos sair em 15 minutos! Na marginal, avisto uma pessoa com mochila nas costas correndo. Quem era? O Rui! Ele estava indo para casa correndo! Eu até dei uma buzinadinha, mas como o vidro da janela do carro estava fechado, ele parece não me ter reconhecido. Façamos as contas: 8 km correndo de casa para o Villa-Lobos, depois, mais 10 km de "trote leve", e mais 8 km de volta para casa: 26km! Ah, mas ele deve ter chegado em casa e almoçado uma bela de uma macarronada, não foi, Rui? Depois de tudo isto! Hummm, só de imaginar! Rs. Mas, obrigada pela companhia na corrida! Graças ao seu "trote leve", eu bati meu recorde! Rs. Valeu mesmo! E Juliana, tu tens uma sorte de ter um pai assim! Até a próxima!

4 comentários:

  1. Mundo de corredor é pequeno mesmo não é Mayumi San... A gente encontra todo mundo... e isso é que é uma delícia!!!
    Pois é... como o Beto disse, tem que tentar botar o maridão para correr!!!
    Querida.. estou acompanhando tudo por aqui viu...
    Quero te ver bem na maratona...

    super beijo!
    Jacke

    ResponderExcluir
  2. mayumi,

    parabéns pela prova.

    forte abraço, tá.

    valeu!

    nadais

    ResponderExcluir
  3. Mayumi, Eu que agradeço a vossa companhia. Sei que não é facil acompanhar uma pessoa que tem rítmo diferente do nosso. Já passei por isso. O que valeu, foi a companhia de uma pessoa fantastica, como você.
    Achei que durante a prova você estava com energia de sobra pois conseguíamos conversar normalmente e você, em momento algum, me pareceu afonica.
    Tenha certeza que correremos juntos
    novamente.Ah, também conheci o Beto. Minha filha me apresentou.
    Bons treinos
    Rui Carlos

    ResponderExcluir
  4. Mayumi,

    Parabéns pelo seu resultado, fiquei emocionada com seu relato da corrida, realmente meu pai é demais , as vezes acho que ele é um pouco louco de correr tanto assim.
    Desde que me conheço por gente ele corre, mas durante muito tempo não entendia essa paixão, mas hoje sei o quanto é apaixonante correr.
    Espero poder correr durante muitos anos ainda e continuar a conhecer pessoas como você, o Beto a Jacke.
    Obrigada pelas palavras.
    Um beijo e até a próxima.
    Juliana Jeminez

    ResponderExcluir