25 de mai de 2008

Amigos blogueiros na corrida!


Boa noite, pessoal! ... boa noite? ... será que tem alguém acordado ainda? É, hoje também foi um dia cheio! Cheio de novidades! A começar pela quilometragem da corrida: 25 km. Confesso que nunca corri esta distância, portanto, hoje foi a minha estréia nos 25 km. E como sempre, eu fui no meu rítmo, que é devagar e sempre.
Chegando na USP, encontrei o meu "vizinho", Diego Ciarrocchi, e passei pela tenda da Playteam, onde encontrei o Guilherme Maio, o Rodrigo Tandaya, o Lemes, a Erica, o Walmir Gaya, que depois veio a correr alguns trechos comigo na prova. Na ida para a largada, encontrei o Rui Carlos, o pai perdido (quem leu o relato do pai perdido aqui no blog?).
Na largada, encontrei o Paulo Romani que estava em companhia de mais 3 amigos. Dada a largada, uns partiram para os 12, 5km (prova em duplas) e outros para os 25 km, que hoje eram duas voltas de 12,5 km. O Paulo Romani estava comentando comigo que não gostava de correr dando duas voltas iguais em um mesmo lugar, pois na segunda volta, a sensação de que ele já passara por aquele lugar prejudicaria o seu lado psicológico. Fiquei pensando por alguns minutos e cheguei à seguinte conclusão: quando a pessoa tem um senso de direção muito bom, ela realmente vai ficar entediada de passar pelo mesmo lugar por duas vezes. Eu, como não tenho senso de direção muito aguçado, posso passar várias vezes pelo mesmo lugar pois nas voltas seguintes, eu vou ficar com uma "leve sensação de que eu já passei por lá"! É por isso que não me importo de dar 5 voltas no Parque do Ibirapuera, por dentro. Até prefiro, pois se eu sair do parque, é capaz de me perder!
Falando sobre a corrida de hoje, estava eu, no meu rítmo tranqüilo, quando o Walmir veio por trás e me alcançou. Eu disse para ele ir no rítmo dele, pois eu iria devagar. Porém, ele me disse que hoje, ele não estava bem, pois tinha pegado uma gripe e não tinha treinado na semana passada. Ele me acompanhou por um bom tempo, mas perdi-o de vista na segunda volta. Encontramos com a Drica da Playteam, que passou por nós no km 7 dizendo que hoje ela não estava tão bem. Se aquilo é não estar bem, como será que eu estava, não? Rsrs. No final da primeira volta, conseguimos alcançar o Paulo Romani, que estava bem à frente depois do início da corrida. E o Walmir disse: "Ô, Paulo, você está voando baixo, hoje, hein?" E o Paulo disse: "Que nada, hoje, estou mal!" E assim, ficamos acompanhando ele até o final da primeira volta, pois ele ia fazer uma volta só. Ainda, na primeira volta, tive a oportunidade de conhecer pessoalmente a dona Tomiko, ultramaratonista, que estava acompanhando uma amiga. Ah, e o palhaço estava lá de novo! Hoje, eu consegui trocar uma palavrinhas com ele: "E aí, palhaço, qual é o seu nome?" E ele disse: "Eu me chamo Medeiros, mas tem gente que me chama de Melancia, de palhaço, de um monte de coisas! A minha alegria, desde 2004 é esta! Eu moro no Jabaquara, o meu tel. é 5xxx-xxx0. Repete comigo! A Globo gosta de mim!..." É, além de correr, conversa, toca a buzina e corre com aquele nariz vermelho! Como consegue?
No km 10, meu marido estava lá, para tirar uma foto! Hoje, ele deve ter caminhado um bocado dentro do campus!
Encontrei também o Valter Ide, que no comecinho da corrida disse: "Olha o rítmo! Está muito bom! Abaixo de 5:50!" Pois é, mas isto não ia muito longe. Eu disse: "Ah, pode ir, pois eu vou devagar!" E lá se foi ele, mas por diversas vezes, do outro lado da pista, ele gritava o meu nome e me incentivava. Mas alcançá-lo, nunca iria conseguir, nem sonhando!
Na segunda volta, tive várias surpresas. No final da Avenida Politécnica, um rapaz trabalhando na organização disse: "Olha, não adianta correr disfarçada, pois eu sei que você é da Playteam!". Levei um susto, pois hoje, realmente não estava vestindo a camiseta da Playteam, mas estava de laranja. Eu fiquei fitando o rapaz e vi que era o Márcio da Playteam. Ele estava trabalhando hoje. Depois, encontrei-me com a dona Neide Satoru, que em 2006, foi a minha parceira em uma prova de 6 km em duplas. Estava eu à procura de uma pessoa que corresse no mesmo rítmo e ela prontamente me respondeu pelo site da Corpore. Fui conhecê-la naquela prova, onde ela fez exatamente o mesmo tempo que eu, sem nem termos corrido lado a lado! E depois desta data, sempre a encontro em provas e trocamos algumas palavras. E hoje, ela também disse que não estava bem.
Entre o km 21 e o 22, perto da Praça da Reitoria, tinha uma "animadora" dizendo: "Vai, falta pouco!". E tinha um rapaz oriental bem à minha frente, e parece que ela pensou que ele fosse meu marido, pois ela disse: "Vai, continua, mas espera por ela!" e apontou para mim! Eu emparelhei-me ao rapaz e até comentei: "Hahaha, ela vê dois parecidos (orientais) e pensa que é um par!" E ele disse: "É, o pessoal é engraçado. Mas, cara, nunca corri aqui neste percurso! Você conhece bem este local?" Ah, logo para quem ele vai perguntar! Eu passei "trocentas vezes" por lá em treinos, mas até hoje me perco! Kkk. E o pior é que eu estudei e depois, trabalhei por um tempo lá! Kkk. Eu perguntei onde ele treinava e ele respondeu que era do Rio de Janeiro. Foi quando eu comentei que escrevia um blog e que havia conhecido alguns conterrâneos dele, virtualmente. Ele perguntou o nome do blog e assim, fiquei sabendo que ele o conhecia e que o nome dele era "Leo Hacidume". E assim, tive a companhia do Leo desde o km 21,5 aproximadamente, até o final da prova. Neste meio, ele até disse que era para eu "ir no meu rítmo", pois ele estava mal hoje. E eu respondi que "aquele era o meu rítmo normal"! Rsrsrs. Depois de ouvir tanta gente dizendo que estava mal e me acompanhando, eu fiquei pensando: "o meu rítmo é o rítmo das pessoas quando elas estão mal!" Kkk. Mas, eu estava ótima hoje! E quero dizer a vocês que cheguei bem ao final da prova, sem dores, sem forçar, e principalmente, na companhia de um colega corredor que só conhecia de nome. Na chegada, tive o prazer de encontrar o Wladimir, o seu tio que o acompanhava e tirou algumas fotos nossas, e o Fábio Namiuti. Uma pena que tive que sair correndo de lá (tinha uma festa no horário do almoço) e não pude me encontrar com o Régis. Fica para a próxima!
E, como sempre, meu marido estava lá na chegada, tirando fotos. O comentário dele: "Poxa, você demorou tanto que pensei que o ônibus (que recolhe os atletas que não estão em condições de terminar a prova) tinha pegado você!" Realmente, hoje, pensei que o ônibus estava bem atrás de mim, pois tinha muito pouca gente nos 25 km, mas felizmente, teve gente me acompanhando! Valeu, pessoal! Até a próxima!

16 comentários:

  1. Que prova 10 hein Mayumi.. .tá bom.. prova 25!..rss
    Um sucesso.. pois além de vc encontrar diversos blogueiros conseguiu superar mais uma distância!!

    Sucesso garota!
    Uma beijo
    Jacke

    ResponderExcluir
  2. Muito bom Mayumi, pelos relatos a prova foi sensacional. Perdi essa! Parabéns pela prova, e pelos amigos que encontrou.

    ResponderExcluir
  3. Mayumi,
    Parabéns pela conclusão dos 25 km !
    Muito bom o seu relato !
    Em especial o trecho do Palhaço ! :-)
    Agradeço pela referência e prazer em revê-la.
    Muito obrigado !
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Mayumi. Dá proxima vez não vou pedir p/ vc aumentar a passada se não, vai ser dificil acompanhá-la.

    Um grande abraçõ e bons treinos.

    Rui Carlos ( um pai perdido )

    ResponderExcluir
  5. Querida Mayumi, primeiramente "muito obrigado" pela força nos últimos 5 quilômetros. Aquele nosso bate-papo foi salvador para mim! Te agradeço por me fazer superar no final da prova, foi muito sacrificante para mim! E que coincidência hein? Fico feliz que eu tenha te apresentado ao Wladimir e ao Fábio Namiuti! Ah, não se esqueça do telefone das vitaminas, ok? Já estou de volta ao Rio, firme e forte aqui no trabalho...rs! Um beijo!! Leo Hacidume. (leorh@domain.com.br)

    ResponderExcluir
  6. Oi, Mayumi. Foi um prazer ter te conhecido pessoalmente, espero que possamos conversar com mais tempo nas próximas vezes.

    Parabéns pela sua participação na prova de ontem e pelo relato, mais uma vez muito divertido e bem-humorado, sua marca pessoal. Também vi o palhaço logo no começo da prova e fiquei meio decepcionado quando constatei que a buzina não era de um carrinho de sorvete, hehehe ...

    Um abraço e boa semana !

    Fábio

    ResponderExcluir
  7. Mayumi, que realização esta nossa, heim ?!?!? Finalizar 25k... foi D+ !!

    Parabéns pelo seu relato, como sempre, muito gostoso de ler.

    Parabéns também pela conclusão desta maravilhosa prova.

    Nosso mundo de corredores é pequeno demais... você encontrar o Leo no meio do caminho, e com isso, poder me dar a honra de lhe conhecer pessoalmente... o mundo de corridas pequeno... hahahahaha.

    Você pretende vir ao RJ para fazer a Meia ???

    OBS: O "fotografo" é meu cunhado... e não meu tio... hahahahaha


    Beijos,

    ResponderExcluir
  8. parabens pela prova e pelo ótimo relato sobre a corrida. Lembro que conversamos boa parte do percurso. Ah sabe porque a gente se separou.. foi aquele gel maldito que eu te falei. é ruim mesmo.Perdi quase 1 minuto vomitando, mas depois segui bem até o final. abraços,walmir

    ResponderExcluir
  9. Parabéns por mais esta conquista! Se correr maratona algum dia está nos seus planos, está no caminho certo! Pelos seus relatos das provas Tribuna 10k e deste 25 Km Corpore, acho que agora já sei quem você é e inclusive pegamos o mesmo ônibus para ir até Santos, no dia da Tribuna. Na próxima oportunidade (se for no meio da prova), eu grito! rsrs. Abraço!!

    ResponderExcluir
  10. Valeu Mayumi..

    A primeira prova de 25 kms a gente nunca esquece....
    Valeu mesmo...e parabéns por
    ter alcançado a sua meta...

    bjs
    Rodrigo Tandaya

    ResponderExcluir
  11. Parabéns amiga pelo 25km da Corpore bom já que completou 25km lhe convido vc a vir correr a Meia ou Maratona do RJ em 29 Junho.
    Caramba eu fico de boca aberta com vc tem uma mente boa para capturar tudo o que aconteceu na corrida parabéns amiga...
    Bom nessa foto dos amigos blogueiros só faltou eu hein...Mais pode deixar o dia tá chegando...
    Boas corridas.
    bjs
    JC
    www.jmaratona.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Pois é Mayumi, deveria eu ter te acompanhado também. Como os demais (sem querer te sacanear), eu estava mal também. Como deve ter visto no meu post, coloquei tudo o que eu deveria ter feito e tudo o que eu fiz de errado (ou seria tudo a mesma coisa?!..rs)
    Mas foi bom, segunda vez que corro essa e apesar de ser dura, é uma prova legal.

    E vamos continuar treinando para NY-2008!


    Abçs

    ResponderExcluir
  13. mayumi,

    muito boa aprova, não é mesmo?

    pena não nos encontrarmos.

    forte abraço e até próxima.

    valeu!

    nadais

    ResponderExcluir
  14. Parabéns por ter passado por esse desafio, agora é treinar para a Maratona

    ResponderExcluir
  15. Oi Mayumi,

    É assim mesmo, passo a passo: 10K, 21K, 25k, 42K...100K... e por aí vai.

    Lembrei me de voce ao postar ontem sobre a Japan Run.

    Saudações,
    Harry

    ResponderExcluir
  16. -------\\\\|/-------
    ------(@@)-------
    -ooO--(_)--Ooo—
    Olá Mayumi obrigado pela msg. Quanto a sua msg lá no meu blog é claro que vc consegue SIM amiga. E já que perguntou vou responder, eu quando estava em campo grande eu acordava as 5 e meia da manha para CORRER e corria ate as 7 e meia da manha trabalhava das 8 as 17 horas e as vezes a tarde eu corria também e como ninguém e deferro ia dar uns passeios na cidade ou ver filmes no cassino do alojamento que estava e aproveitei também nas folgas para visitar os blogs dos amigo(a)s queridos corredores...
    Olha notei uma coisa em Campo Grande, lá tem também uma grande concentração de familia de japoneses e chineses e descendentes.
    E ai minha amiga vai correr a maratona de SP ou os 10KM nesse domingo se for correr espero que faça uma boa corrida.
    Bom final de semana.
    abraço,
    JC
    www.jmaratona.blogspot.com

    ResponderExcluir