7 de set de 2008

Nós, orientais, somos todos iguais?

Outro dia, recebi uma mensagem da Carina Park, membro da equipe Playteam, dizendo: "Acho que sou sua sósia! O pessoal me confunde com você!". Rsrsrs. Coitada! Eu respondi dizendo: "Nossa, que honra ser confundida com uma menina tão bonita!".


Carina Park

Já me confundiram outras vezes com outras orientais! Um rapaz que também faz parte da equipe, chegou em uma das corridas e me saudou assim: "Oi, Tomiko, parabéns pelos 85 km completados!" Kkk, 85 km!!! Quem me dera! Nem sonhando, eu correria esta distância de uma vez só! Olha, Tomiko, não fique brava comigo, pois eu não tenho nada a ver com esta história!!!

Tomiko Eguchi

Só não me confundiram ainda com a Neide Satoru, porque sempre apareço ao lado dela! Rsrsrs.

Neide Satoru e eu

E isto não é nada! O difícil é quando pensam que você é irmã ou mulher de um outro oriental que está perto de você! Fui a um treino técnico da Playteam em um sábado, lá na USP. Como a equipe agora está bem grande, muitas vezes, não conhecemos todas as pessoas que participam do treino.Tinha um rapaz oriental conversando com outro, não oriental, e eu estava apenas perto deles, mas não participando da conversa. E olha o que aconteceu!

Oriental: "Depois que me casei, eu engordei, daí resolvi começar a correr para voltar ao meu peso de antes."

Não-oriental: "A sua esposa cozinha bem?"

Oriental: "Ah, sim, ela cozinha muito bem!"

De repente o rapaz não-oriental olha para mim e me pergunta: "Você é a esposa dele?". Eu levei um susto e acho que o rapaz oriental também, pois acho que ele nem tinha notado que eu estava lá! Nunca o tinha visto antes em treinos, talvez fosse a primeira vez que ele participava do treino da Play! Rsrs. E mais do que imediatamente, repondemos: "Não, nós nem nos conhecemos!" Kkkk. Coitado do rapaz! E eu já estava levando fama de boa cozinheira sem ao menos saber cozinhar!

Não sei se vocês se lembram do relato dos 25 km, em que acabei conhecendo muitos blogueiros, graças a uma animadora que também cometeu uma gafe comigo e com o Leo. Ele estava a alguns metros na minha frente e ela disse: "Vamos lá, não desista! Mas espera por ela!" E eu fiquei pensando: "Mas, eu nem o conheço, por que ele tem que me esperar?" Daí, me emparelhei a ele e disse: "Ela vê dois parecidos e pensa que é um par!" Mas, depois fiquei pensando: "Será que ela pensou que eu fosse a irmã dele? Mas se ela pensou que eu fosse a avó dele, ela vai ver! Ah, eu vou esganá-la! Hahahaha.

E ao ver a foto abaixo, o Leo comenta: "Logo se vê que o Wladimir está em Sampa! Está rodeado de orientais!" Rsrs. Pois é, para quem não sabe, estima-se que o Brasil tenha hoje uma população de 1,5 milhão de japoneses e descendentes. E cerca de 60% deste número concentra-se no estado de São Paulo. Ou seja, São Paulo tem a maior população nipônica do mundo, fora do Japão!

25 km Corpore

Olha aí, gente! Estou com cara de avó do Leo e do Fábio? Rsrsrs. Vocês vão levar um tapão se responderem que sim, viu? Agora, não confundam o Leo com o Fabio! Rs. Outra confusão que pode acontecer é com os nomes: Fábio Hacidume e Leo Namiuti? Quem é quem? Kkkk. Hideaki e Valter, quando formos tirar uma foto, sugiro que estejamos todos juntos! Assim, o pessoal vai poder nos comparar e brincar de "quem é quem"! Rsrsrs. Bem, deixe-me parar de zoar, senão quem vai apanhar daqui a pouco sou eu! Isto se não pegarem a Carina, a Tomiko ou a Neide por engano! Ah, para saber quem é o meu marido, a única solução ainda é vendo como eu o cumprimento! Não é fazendo mesura com a cabeça, viu? Kkk. E também, não ando a um metro atrás dele, como faziam as japonesas antigamente, ok? Acho que o longo de ontem (30 km) me deixou pirada! Boa semana para vocês! Bons treinos!

11 comentários:

  1. Oi, Mayumi,
    Tudo bem? Eu também visito seu blog... Acho que se corrermos juntas em NY , acho que não haverá risco de confusão entre nós duas - uma oriental e uma árabe, rsrsrs. Mas super legal saber que você estará lá. Quando vc vai? Onde vai ficar? Vamos nos falar por email e telefone, para trocar figurinhas. Meu email é yara.achoa@uol.com.br. Beijo
    Yara

    ResponderExcluir
  2. Oi Mayumi! Bacana seu post. E não é que você quebrou com o dito popular de que tudo igual é uma caminhão de japoneses rsrs. Vocês são diferentes!! Bem, ratificando seu post, o comentário do Leo hoje foi: Nossa, como tinha gente de SP na corrida da Mizuno. Daí perguntei: como sabes? E ele falou que tinham muitos orientais aqui hoje rsrs.. Ele deve ter mapeado todos os Japas do RJ...Boa semana

    ResponderExcluir
  3. Mayumi,
    Post muito bom e engraçado, como sempre.
    Parabéns.
    Essa do "Leo Namiuti", foi demais !
    (risos !)
    Boa sorte nos seus treinos longos (congratulações pelos 30 km de hoje) e na Maratona de Nova York.
    Obrigado !
    Ass.: Guilherme.
    http://www.g-maio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Tudo igual é um caminhão cheio de tijolos e não de japonês. Aliás, alguém por acaso já viu um caminhão de japoneses ??? Deve ser a turma da minha vó indo jogar getoboru ... Ou então os bóias-frias da plantação de shiitake.

    Mayumi e meus camaradinhas, se vocês não quiserem me confundir com os outros japas (se bem que ser confundido com o Leo, o Hideaki ou o Valter seria uma honra - pra mim, pelo menos), lembrem-se: EU SOU O FAJUTO ! Sou o japonês de olho mais claro, que sabe contar até um milhão em alemão e só até 19 em nihongo e que acha que o melhor da culinária nipônica é o bom e velho Miojão (de preferência, sabor bacon) ...

    Abraços e boa semana !

    Fábio

    ResponderExcluir
  5. Mayumi, vc sempre nos fazendo rir né amiga...
    Olha obrigado pela msg, amanhã vou ao médico ver a panturrilha, mais que é um tédio ficar sem correr é mesmo...
    Olha vc continua me devendo hein..Vc leu a minha msg do relato quando vc veio a RJ.
    Olha já que vc tocou no assunto sobre orientais um amigo meu neste final de semana na corrida da mizuno me apresentou um oriental mesmo e olha que o cara não falava direito o português...rsss....
    Boas corridas amiga.

    JORGE CERQUEIRA

    ResponderExcluir
  6. Mayumi,
    Que mais lenta nada...Eu sou uma tartaruga correndo...Tanto é que se terminar a Maratona em menos de 5 horas (tempo que fiz em Floripa), serei muito feliz!!!!! Vamos nos falando (e treinando).
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Boa Tarde Mayumi.....obrigado pela mensagem....quem sabe um dia possamos nos conhecer numa corrida dessas....eu conheci o Fábio de São josé em uma corrida.....eu estava vendo vc faz longão de 30km??? nossa...eu nunca corri isso na minha vida...o máximo que corri foi 21 km na minha primeira meia maratona......quem sabe ano que vem vou correr uma Maratona....mas fica assim....quando for correr alguma na região me avisa....um abraço..Jerdal

    ResponderExcluir
  8. hahahaha muito boa Mayumi!!! Eu nunca confundo não, minha família tem mais japonês do que ocidental!!!
    Fui criado à base de gohan, tofu c/ gengibre , daicon ralado com shoyu, udon, mysoshiro,bambu,etc, etc. hehehe
    Nunca soube exatamente como diferenciar um chinês de um japonês, pelos traços do rosto, mas sempre sei quem é quem!!!
    hahahaha
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Pois então Mayumi San...
    Japa é sempre japa.. aliás.. eu nem sei distingui a diferença de um chinês, de um japonês ou de um coreano.. pra mim é tudo igual..rsss

    E como estão os treinos para a maratona?
    Está chegando!
    Bjs
    Jacke

    ResponderExcluir
  10. Aqui quem vos escreve é o LEO NAMIUTI, tudo bem?
    Beijos e abraços...FÁBIO MAYUMI HACIDUME!!

    ResponderExcluir
  11. Ahhhhhhhhhhhhhhhhh...
    Já tinha até esquecido que deliciaaaaaaaa é este mundinho do blog....
    Obrigada Mayumi por postar pra esta tua historinha muda dos japas nem todos iguais!!! Dei boas risadas. Fora ver aqui num post de 2008 o ricardo hoffman,o Fabio, yara, gente que Ery acompanhava nos blogs, fora outros que eu gostava de visitar. .
    Valew Mayumi!
    Ahhh. Eu vai conhecia o Leo. Só o Fabio. E não é que se parecem mesmo???
    Ihihihihi....
    Não fica bravo Fabio!

    ResponderExcluir