17 de out de 2010

Corredora de rua

Fala, pessoal! Antes que leve mais uma sova do Nadais, estou postando de novo! Rsrsrs. E os treinos continuam! Ontem, sábado, foram 20 km com a Doya (parece que ela era corredora de pista, antigamente), lá na USP. Na planilha constava: tentar correr os 10 km finais mais rápido. "Tentar" é uma coisa, conseguir, outra! Não consegui! Rsrsrs. A Doya disse que eu saí muito rápido, mas pelas contas, acho que não! Os 10 km iniciais estavam dando 01:10. Isto quer dizer que estava mais lenta que o habitual. Mas, mesmo assim, os 10 km finais não foram mais rápidos que os do início! O que acontece? Tenho que verificar!
O bom mesmo foi o alongamento! Olhem só, até a professora Sinara estava recebendo uma sessão de alongamento! Eeee, legal! 
De repente, lá ao longe, surge "algo". Nossa! Será um ET? Um alienígena? Não! É o professor Emerson! Kkk. 
Cuidado com esta caixa, professor Branca! O senhor pode ser abduzido! Rsrsrs.
Hoje, domingo, pela primeira vez desde que comecei a treinar (há 5 anos), fui correr nas ruas de São Paulo! Não gostei da experiência! Além da preocupação de tropeçar e cair, tive que ficar parando para atravessar as ruas, desviar dos pedestres. Correr fora da calçada é impossível, uma vez que temos que disputar a rua com as bicicletas, então... E como constava 8 km, sendo que a segunda metade teria que ser mais rápida, tentei acelerar o máximo possível na volta. Tudo que eu tinha descido ladeira abaixo, tinha que subir! Eeeee, legal! A sensação de estar fazendo o máximo de esforço é muito bom! Porém, não sei se consegui correr a segunda metade mais rápido! Tenho que ir tentando... persistentemente!
E como na ida havia passado correndo pela floricultura da vó Lucina e tinha prometido que na volta ia parar lá, medi a distância de modo que o treino acabasse lá! Olha só:
Findo o treino, comprei minhas flores e rumei pra casa, toda suada, com um buquê de flores na mão! Imaginem a cena! Kkkk. Boa semana para vocês!

20 comentários:

  1. olá, mayumi!!!

    parabéns pelos treinos!!!

    adorei correr na usp! é tão arborizado, e a energia é muito boa!

    correr pelas ruas, ainda mais pelas de sampa, não é mesmo fácil! talvez se sair bem cedo, o trânsito de carros e bicicletas seja menor!
    mesmo assim, exige muita atenção!!!

    a lucina tem um sorriso lindo!!!
    e uma generosidade!!!

    um grande abraço!

    http://elismc.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Correr na rua em SP? Deve ser interessante. A foto com D. Lucina ficou ótima. Boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mayumi! Isso aí, posta mesmo, que a polícia lusitana tá de olho!!!

    Sempre me pergunto como seria se eu morasse por aí. Aqui, como não temos USPs e Ibiras, os únicos lugares fechados para treinar ou são pequenos, ou fecham à noite, você sabe que eu vou no meio do trânsito mesmo, já estou prestes a ganhar uma placa do DETRAN (espero que não uma na lápide!).

    Siga firme nos treinos e nos contando sempre sobre eles!

    Boa semana pra você.

    Fábio

    ResponderExcluir
  4. Oi Mayumi. Aqui em Curitiba fazemos jus ao nome da equipe e corremos pela canaletas dos ônibus.
    Bjos e boa semana,
    Dani
    www.correndoemagrecendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Mayumi,
    Quase caí dura quando li sobre a sua primeira vez...na rua...eheheh...Fico aqui me imaginando como são diferentes as realidades dos corredores. Eu, por exemplo, prefiro brigar com os carros a correr nos parques...Vai ver que sou movida a CO2.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Mayumi,você foi chingada por estar correndo na calçada??? Sempre sou rsrs mas como sempreestou com a musiquinha eu não sei dizer da mãe de quem eles estão falando kkkkkk

    Bons Kms e boa semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Mayumi,
    Mesmo quando realizamos aqueles longões da ACORJA pelas belas paisagens pernambucanas, sempre tem um trecho muito urbanizado para passar. Dessa forma, já nos acostumamos a correr na rua, mas considero um risco desnecessário se houver alternativas. Acho melhor correr em rodovias, pelo menos seguimos pelo acostamento e na contramão.
    Gostei da foto do suposto ET!
    Grande abraço!
    Gilmar

    ResponderExcluir
  8. Oi Mayumi.

    O esquema de correr pelas ruas é escolher um bairro bem residencial e bem tranquilo. Nesse ponto, quando eu morava em Sampa, tinha uma vantagem tremenda pq morava no Alto de Pinheiros, perto da praça Panamericana. Lugar privilegiado. Pouco trânsito, super-arborizado e muito agradável. Dá vontade de voltar pra lá e correr!!!

    Parabéns pelos treinos! E a vó Lucina parece ser mesmo um amor de pessoa né? Um dia quero conhecê-la!

    Valeu pela visita no blog!!!

    Boa semana procê tb!

    ResponderExcluir
  9. Oi Mayumi!!!

    Faz tempo que não lia um post seu!!! Fez falta!!!

    Essa coisa de ser mais rápido na segunda parte é complicado. Geralmente já estou cansada e acabo mais lenta... deve ser psicológico... kkkkk

    Cadê a sua foto alongando!!!

    Beijão!

    ResponderExcluir
  10. ê Mayumi... eu tbém não curto correr por ai nao..rss
    Tem que ter lugar certo..rss
    Esse negócio de ficar parando em semaforo é "uó"..rsss
    Saudades de vc e da Lucina!

    bjs

    ResponderExcluir
  11. Boa, Mayumi.
    Obrigado pela visita e pelo comentário lá no blog que escrevo.
    Legal você correr na rua. É meio chato (devido trânsito e desrespeitos inomináveis), mas bem recompensador.
    Boa semana para você.
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  12. Iihhh correr na rua é comigo mesmo, é só eu calçar o par de tênis, colocar a mochila de hidrataçao nas costas e ligar o MP4 e lá vou eu por várias e várias ruas do Rio de Janeiro...Se vc nao gostou da experiencia eu acho e que vc nao esta acostumada...Realmente as vezes e um saco mesmo parar no semaforo...rsss...
    Bons treinos,

    Um abraço,

    Jorge Cerqueira
    www.jmaratona.com

    ResponderExcluir
  13. Treino bacana. Treinei sabado na USP pela primeira vez.
    Achei lindo... muita gente correndo a pé, de bike. Um lugar inspirador para treinos.

    Abs,

    Clau
    http://misturacult.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. uau, que treino hein.....mal consigo correr 10km imagina 20.....vc é demais.....cuidado na rua ok. beijos

    ResponderExcluir
  15. Mayumi,

    Achei que sendo lenta, como eu, não achasse ruim correr nas ruas de São Paulo. Talvez num horário mais tranquilo seria menos traumático. Por ser falta de opção e por ser lento mesmo, aprendi a correr na rua sem maiores problemas. O que não acostumo é com a dureza das calçadas. Se não fosse tão lesivas eu só correria na rua mesmo. Por isso acabo levantamento MUITO cedo para correr na rua, não na calçada.

    Quem sabe não nos veremos na USP, sábado.

    ResponderExcluir
  16. Oi Mayumi! Morar em cidade grande tem dessas coisas, você pode correr num belo parque, mas fica complicado correr pelas ruas. Cidade pequena, como a minha (Tubarão-SC) é ao contrário, sem parque, mas correr nas ruas é fácil e muito bom. A pergunta que não quer calar: O que havia na caixa? Pela cara do Professor era algo muito sério!!
    A foto na Floricultura diz muitas coisas, ficou linda a foto e poética!

    Felipe de Souto

    ResponderExcluir
  17. Às vezes treino pelas ruas do bairro que são tranquilas. Na região onde vc mora é complicado mesmo, mas a gente sempre dá um jeito.

    Abraço

    ResponderExcluir
  18. mayumi,

    ainda estou com sua camiseta 'japarunner' aqui.

    sábado a prova é PORTUGUESA!

    valeu!

    nadais

    ResponderExcluir
  19. Dupla linda na floricultura. Sou fã!
    Correr nas ruas e calçadas de São Paulo é uma aventura muito louca mesmo. Experimente no hortário do "Rush" que todos estão parados/estacionados e vc passa correndo ao lado, eles ficam alucinados, raivosos.. eu me divirto muito..
    beijo
    Colucci
    @antoniocolucci

    ResponderExcluir