13 de abr de 2008

Largando com os palhaços

Hoje, participamos da Meia-maratona Corpore, que foi, sem sombra de dúvida, com uma organização impecável! Sem falar que a patrocinadora (Açúcar União) também deve ter se empenhado para oferecer tantos atrativos. Logo cedo, saí de casa para poder estacionar o carro em um lugar perto da arena da prova, o que consegui fazer pela primeira vez nesta prova.
Primeiramente, fui à tenda da ADD (Associação Desportiva para Deficientes - www.add.org.br) pois fiz uma doação a eles e tinha ganhado um cadarço laranja significando "Me amarro nessa idéia"). Depois, passei na tenda dos tênis New Balance e resolvi colocá-los nos pés para ver o seu tamanho! Rsrs. Novamente, o problema da numeração. Este tênis não tem numeração brasileira. Acabei ganhando um par de meias por ter experimentado o tênis. Encontrei nesta tenda, o meu amigo Valter Ide, que tinha me emprestado alguns prospectos sobre maratonas. Estava há muito tempo tentando entregar, mas nunca o encontrava! Como ele estava calçando um New Balance, deve ter ganhado um squeeze de alumínio.
Eu tinha sido sorteada para fazer uma avaliação física na tenda do Açúcar União. Acabei sendo uma das primeiras a fazer. Esta avaliação era somente para tirar as suas medidas e dizer a porcentagem de gordura em seu corpo, etc. Serviu para eu comparar os resultados com a avaliação feita na academia. Pelo jeito, não teve muita diferença, mas logicamente, a avaliação da academia foi mais completa. Ah, ganhei um squeeze de plástico nesta tenda! Rs.
Antes da largada, fui me encontrar com o Arthur (treinador) e a turma da academia One Way que ia correr: a Vera, o Alberto, a Márcia e o Kiko. Estávamos fazendo o alongamento, mas depois iríamos direto à largada, pois estava em cima da hora. Mas antes, eu queria ir ao banheiro e estava preocupada com o horário. Nisto, o Alberto que estava fazendo o alongamento conosco, diz: "Olha, a Mayumi não vai ao banheiro, o banheiro vem até ela!" Olhei para trás e vi um carro transportando dois banheiros químicos. Não é que o banheiro estava vindo em minha direção? Rsrs.
Acabado o alongamento, estávamos subindo o "morrinho" para a largada e avisto uma amiga que há tempos não a via: Carolina. Ela ia correr a meia-maratona também e estava com o marido dela que sempre a acompanha. Esta menina também tem uma história de doença parecida com a minha. Ela me contou que há mais de dez anos, ela teve que extrair o estômago por causa de um câncer e que tinham reconstituído o estômago dela com uma parte do intestino. Vocês imaginem o que é fazer isto! Hoje, ela corre e leva uma vida normal! Carol, desculpe-me a indiscrição de contar algo sobre você, mas não resisti!
Dada a largada, já não avistava mais ninguém, mas tinha dois palhaços fazendo muito barulho que largaram bem perto de mim. Era muito engraçado ouvir eles falando:
- Olha, vou dar uma dica sobre meia! Prestem atenção!
- O que é meia? - dizia o outro.
- Meia? É isto que estou usando, ó!
- O que o palhaço é?
- É ladrão de "muié"!
E assim foi... mas cada vez mais, eles estavam lá para trás. Quando chegou em Pinheiros, quase no km 8, eles me alcançaram novamente:
- Ó o palhaço aqui! Nós somos palhaços mas também somos atletas! Agora, vamos correr prá valer!
E se foram , beeeem lá para frente! O mais engraçado era a bundinha deles: duas bexigas (?) estrategicamente colocadas!
No túnel de acesso ao Jockey, via-se intervenções urbanas com música: tum, tum, tum, tum... Nossa! Fiquei toda arrepiada! De repente, a música fez: Foooom! Saí correndo! Parecia a buzina de um caminhão! Já pensou? E perto da Praça Panamericana, o Conservatório Souza Lima trouxe um grupo para tocar tambores. Realmente, isto nos ajuda muito, né?
No caminho, encontrei muita gente da Playteam. Eu tinha dado uma passada na tenda deles. Realmente, havia muitos atletas da Play.
No caminho, um senhor de cabelos brancos e bigode branco bate nas minhas costas e diz: "- Ô querida, você está em todas, também, hein? Prazer em lhe encontrar!". Fiquei pensando: "Ó querida, ó querida, Clementina de Jesus..." Kkk. Eu retribuí com um : "Oi, tudo bem? Vai firme!" Mas... para dizer a verdade, não me lembro de tê-lo encontrado em nenhuma corrida... Kkk. Ou será que ele me confundiu com outra japonesa? Dizem que os japoneses são todos iguais, né? Ou será que todos os velhinhos são iguais, também? Rsrs.
Falando sobre o rítmo da corrida, larguei bem devagar, bem na minha, com um rítmo que pretendia sustentar até o final. Ao contrário da meia-maratona da Yescom (que foi a minha primeira) , quando me perdi do Mário, o colega da academia. E desta vez, por causa desta estratégia, acabei chegando 1 minuto mais rápido. É, o seu Mário estava certo: não saia em rítmo muito acelerado! Rs. E foi uma pena que não tive a companhia dele hoje. Aliás, ele não foi porque ontem foi o aniversário dele! parabéns, SEU Mário! "Bebemorou" muito? Rs.
O Alberto corre bem mais depressa. Também, só as pernas dele já dão a minha estatura! Rs.
Na chegada, ganhamos tanta coisa, tantos brindes, que não tinha nem como segurar: um pingente de olho grego, um caderno de receitas com açúcar União, um jornalzinho esportivo, uma garrafinha com água com propaganda do lenço umedecido da Kleenex, banana, maçã, sanduíche, sem falar na camiseta rosa para mulheres e cinza para homens, a medalha que parece um... crachá! Hahaha... até jornal O Estado de São Paulo estava no meio dos brindes! Eu já estava a ponto de recusá-los, pois não tinha nem como segurar tanta coisa! Rsrs. Quando cheguei em casa, o meu marido perguntou: "- Você ainda não entregou o material para o seu amigo?" Eu disse: "- Entreguei, sim! Isto que está dentro da sacola é tudo que ganhei hoje na corrida!".
Sinceramente, hoje fiquei sem saber ao certo se fui para correr ou para ganhar brindes! Rs. Não estou reclamando, não, mas não acham que é um exagero???
Amanhã, é dia de caminhada! Relax, sem pressa, sem pressões, por favor! Rs.

10 comentários:

  1. Mayumi,
    Parabéns por ter concluído mais uma Meia-Maratona.
    Congratulações !
    Novamente, dei risada com a história dos banheiros químicos virem até você e dos palhaços!
    Conserve sempre este excelente bom-humor !
    É muito agradável ler o seu blog!
    Continue com ele, por favor!
    Muito agradecido,
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  2. Mayumi,

    parabens! depois me fala teu tempo pois gostaria de correr uma meia no ano que vem e a gente tem mais ou menos a mesma passada.

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  3. -------\\\\|/-------
    ------(@@)-------
    -ooO--(_)--Ooo—
    Eitaa amiga Mayumi, caramba eita cabecinha hein muito boa relatou tudo que aconteceu na corrida hein...rsss...Olha primeiramente meus parabéns por completar mais um desafio e pelo que eu vi completou e chegou inteira...Só faltou fotos suas na corrida...Outra coisa lhe parabenizo a vc por citar a sua amiga aqui Carolina ela é um exemplo de vida, mesmo com a adversidade que a vida lhe pregou ela não desistiu de correr. E a história dela não deve ficar parada e sim contada para mostrar para muita gente que fica reclamando da vida e não faz nada para muda-la principalmente as pessoas que nasceram com tudo perfeito...Agora sobre os palhaços legal hein, gostei deles correndo e contando piadas...rsss
    Bom amiga desejo a vc uma boa semana e bons treinos.
    Um abraço,
    JORGE
    www.jmaratona.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Parabéns por completar a prova Mayumi! Com esse humor que você tem, deve ser fantástico correr uma prova como essa ao seu lado. Belo relato.

    ResponderExcluir
  5. Mayumi,
    Parabéns pela prova e pelo seu relato foi muito bom...rs Adoro do jeito que vc relata...muito engraçado!
    Tenha uma boa semana.
    **Bjus**

    ResponderExcluir
  6. Grande Mayumi, ou melhor, pequena Mayumi.
    Ontem também estive na meia da Corpore. Pena não ter lhe encontrado. Também passei na tenda da New Balance e ganhei a meia e o squazze de alumínio. Fui com um tenis da New Balance só p/ ganhar o squazze. Apos visitar a tenda deles, tirei o tenis e coloquei outro p/ fazer a prova ( Sprint Tenis ).
    Como havia lhe comentado anteriormente, como não tenho treinado muito, fui num ritmo conservador e terminei em 1:50 hs.
    Um grande abraço e parabéns por ter concluido mais uma meia maratona.

    Rui Carlos

    ResponderExcluir
  7. Oi Mayumi,

    Parabéns pela conclusão da Meia Maratona e tambem e pelo bom-humor do seu relato... sensacional !!

    Eu fui do RJ ai para SP fazer esta prova também, inclusive eu vi este palhaço da "bundinha", passei por ele algumas vezes (ele ia e voltava) achei o maior barato a disposição dele.

    Pena não tido a chance de lhe encontrar, mas outras oportunidades surgirão.

    Um grande abraço e mais uma vez adorei seu relato.

    Wladimir- http://vouevoltocorrendo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Mayumi,

    valeu! Estou pensando em fazer minha primeira meia maratona ano que vem. Meu sonho? Aquela da Disney, em janeiro. Bah, tudo de bom!

    Abraço

    ResponderExcluir
  9. Mayumi,
    Gostaria de lhe transmitir um recado enviado por nosso colega-corredor, Hideaki, para você:
    É que ela me postou no blog bem no dia que estava viajando pro Chile e demorei muito pra responder.

    "Se possível, gostaria que desse o recado pra ela, que a revista em japonês se chama "Runners" e que fico honrado com o convite pro link do blog. E que gostaria de responder diretametne no blog dela, mas tenho uns problemas com esses blogs em que é necessario se cadastrar para postar. Mas que estou acompanhando o blog, ainda que sem postar, rsrs".

    Apenas servi como "intermediário", por favor não me leve a mal.
    Obrigado,
    Guilherme.

    ResponderExcluir
  10. Olá!!
    Agora sim, posso postar, hehe. Obrigado pela visita no meu blog! Sobre o senhor que vc cita, não seria o Hélio Toller? (vide algum site de fotos). Eu só não sei se ele fala muito DURANTE a prova, mas até que lembra o jeito dele falar, hehe. Em tempo, se for ele, de fato ele está em todas. Parabéns por mais uma meia maratona!! t+

    ResponderExcluir