27 de fev de 2010

Olha a afobação!

Na quinta-feira, com aquele chuvisco pela manhã, fomos dar duas voltas de 3 km, em ritmo moderado. Eram as voltinhas do Ibira que eu conheço muito bem, pois entro em looping lá! Rs. Mas antes, fomos fazer um exercício de respiração, usando bexigas (daquelas que enchemos para enfeitar festas). Só que, ao encher as bexigas, não podíamos fazer força nas bochechas. O ar teria que ir direto peito para dentro da bexiga! Rsrsrs. Como a minha bochecha ficava sempre cheia antes do ar passar pra bexiga, resolvi segurar a bochecha com as mãos! Assim, não ficava com bochechão! Tentem fazer! Rsrsrsrs.
Ah, sim, as duas voltas de 3 km! A segunda volta teria que ser mais rápida que a primeira. Mas, quem disse que consegui?! Rsrsrs. Saí bem afobada na primeira volta! Pensei que, acabado os 3 primeiros km, tinha uma pausa, mas o professor pediu para não parar! Daí, pegou! Rsrsrs. Mas, é engraçado como são as coisas. Pensei estar mais devagar que o normal. Porém, quando fui verificar o cronômetro, tinha feito a primeira volta em 2 minutos a menos que o habitual! Até agora estou tentando analisar como foi que eu consegui baixar 2 minutos... o professor disse que eu já mudei a minha maneira de correr. Eu não senti nada ainda, mas estou me policiando para não envergar as costas!
Mas, falando sobre a afobação na largada da primeira volta, isto tem um histórico! Desde que comecei a correr, eu temo ser pega pelo ônibus que recolhe os atletas retardatários que não tem previsão de terminar a prova. Daí, na primeira prova que participei, quando deram a largada, saí correndo com tudo e no percurso todo de 10 km, ficava sempre olhando para trás para ver se o tal ônibus não estava atrás de mim! Ainda, como não sabia ao certo as funções que o chip tinha, pensava que ele marcava as passadas e, se começassemos a andar, ele nos desclassificaria! Corri feito uma condenada! Nem pra tomar água parava! Kkkkk.
Hoje, sábado, foi mais um dia de treino. A planilha indicava 2 horas de corrida contínua lenta em terreno variado. Mais uma vez, enfrentamos de cara a Rua do Matão! É de matar! Rsrs. Fomos em direção ao Hospital Universitário e descemos em direção à prefeitura do campus. No final do percurso, tínhamos que subir de novo a Rua do Matão, mas eu e a Valéria Lopes, minha companheira do longão de hoje, resolvemos ir em direção contrária e percorrer toda a raia, subindo depois a Lineu Prestes, até a Rua do Lago. No total, deu 2 horas de treino, mas o professor estava esperando todo mundo subir a Rua do Matão no final do percurso para tirar fotos, etc. Quando soube que alteramos o percurso, deu aquela bronquinha! Olhem só!
Ei, professor, a gente está aqui embaixo! Rsrsrsrs. E não é para falar de boca cheia! Kkkkk.
Daqui a pouco, acho que vai estourar uma bomba! O treino de março deve estar sendo preparado com muuuuito capricho! Rsrs. Olha só a professora Cristiane anotando o tempo e a km de cada aluno!
Bons treinos!

15 comentários:

  1. Oi Mayumi!! Correndo da carrocinha que recolhe os corredores foi demais!!! E esse prof. com cara de bravo? Você ainda tem coragem de mudar os planos!!! Bom, espero que a programação de março feita pelo Prof. polpe a sua vida!!!
    Beijos
    Felipe de Souto

    ResponderExcluir
  2. Nossa quanta organização, até professor anotando o tempo dos alunos! Pela cara dela acho que não está satisfeita rsrsrs
    Gostei do exercício das bexigas, acho que vou imitar!

    ResponderExcluir
  3. Como disse o Rodrigo, acho que vou fazer esse exercício das bexigas também, pra ver se consigo baixar dois minutos nos meus tempos (com exceção da maratona, que tem baixar um bocadinho mais...)

    Parabéns pelos ótimos treinos que você vem fazendo. Que venham muitos outros em março, com ou sem requintes de crueldade, hehehe...

    Boa semana e bons treinos!

    Fábio

    ResponderExcluir
  4. Oi Mayumi,
    O chip que desclassifica foi o melhor! #adorei
    Depois dessa técnica das bexigas, vou me candidatar a enchedor oficial das festinhas infantis para melhorar meus tempos.
    Sabado estava na USP tbm, mas não te vi cortando caminho. hehehe
    Boa sorte com a programação de Março, ouvi dizer que quem foge de UMA biologia, depois tem que pagar com QUATRO biologias e assoprando bixigas, sem bochechão. Será? hehehe

    Beijos
    Colucci
    @antoniocolucci

    Quando puder, dê uma olhada nos coments do meu blog, tem uma mensagem em "Japonês"(?) ou sei lá o que e cheia de links. Deve ser algum vírus. Não cliquei e não apaguei porque não sei o que está escrito lá. Me avise para eu apagar.

    Beijos de bovo e Obrigado.

    ResponderExcluir
  5. É isso aí!
    Belos treinos!
    Eu estava curioso com a questão da pera mordida, mas parece que desta vez o "problema" não se repetiu rsrs
    Bons treinos e boa semana.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Adorei a técnica das bexigas, vou dar idéia pro meu treinador.
    Bjos e bons treinos,
    Dani
    http://correndoemagrecendo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Juro por Deus que estou ficando com medo de vc... Ainda bem que no campeonato Santista.... vc e suas super boxhechas não são da minha categoria...rs

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Mayumi,
    Saudades de você.
    E o Branca tá pegando pesado contigo.
    Fala pra ele que estou temeroso quanto a Comrades.Ele me pediu pra fazer 65 kms no último sábado e fiz "somente" 45...
    Estou louco que ele venha um dia aqui para eu correr com ele neste "solzinho" leve do Nordeste.rsrsrs
    Abraços Pernambucanos
    Júlio Maratonista

    ResponderExcluir
  9. Sempre uma alegria ler os seus relatos, Mayumi.
    Parabéns pelo constante bom-humor.
    Essa do chip (para não deixar andar durante as provas) foi sensacional !
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  10. É Mayumi, o Branca realmente tem uma grande diferença, né? Esse lance da técnica eu acho demais. Mas, infelizmente, tem cara que acha que cada um deve correr do seu jeito. Eu não acho isso, sempre devemos buscar a melhor técnica.
    Gostei da ideia das bexigas. Ele explicou o motivo?

    ResponderExcluir
  11. Treinando pra maratona hein...
    Sabado estarei na USP! Mandei um e-mail pra tentar marcar alguma coisa

    Abraço

    ResponderExcluir
  12. OI Mayumi!
    Que beleza esses treinos... buchecha...coluna ereta...passada larga...santo cristinho...essa moça deve em breve estar com a sua máquina super turbinada...o bonequinho do Garmin que se cuide...não vai nunca mais chegar na frente da Mayumi
    Um abração
    Marildo Nascimento

    ResponderExcluir
  13. Oi Mayumi!

    Muito engraçado o texto! Parabéns pelos treinos, você tá rodando bem hein! Eu já estudei na USP e já fiz muitos longos por lá também e já sofri na rua do Matão... mas foi tudo sempre tão gostoso... e o seu texto me faz relembrar, parece que faço parte do grupo! Parabéns!

    Marcos

    ResponderExcluir
  14. Oi! Foi a primeira vez que vi seu blog e adorei! Como se sentiu após o exercício da bexiga? com que frequencia vcs fazem?? Sou de Cuiabá e adorei ler suas histórias de corrida! Abraços!

    ResponderExcluir
  15. 08 de março. Parabéns a você Mayumi que além de tudo ainda arruma um tempo para correr.
    Que o dia Internacional da Mulher continue sendo um dia de inspiração para um mundo melhor, mais igualitário, mais responsável, onde a preocupação com o outro esteja presente no mesmo patamar que a preocupação com si mesmo.
    O sonho de um mundo onde as melhores características das mulheres prevaleçam, mesmo sabendo que para isso ainda serão necessários muitos passos. Um grande abraço, a admiração e o respeito da Equipe Baleias nesse Dia Internacional da Mulher.

    ResponderExcluir