22 de abr de 2012

Reflexões...

Afff, acho que não estou normal! Rsrsrs.
Estes treinos longos me deixam pensativa, reflexiva... viaaajo que é uma beleza! Kkkk.
Ontem tinha um longuinho de 25 km que tinha que fazer com um determinado ritmo. Porém, mais uma vez, perdi para o boneco do Garmin! 
Vi o boneco cabisbaixo, ofegante após o treino e perguntei:
"Quando é que você vai deixar eu ganhar de você?"
E ele respondeu:
"Nunca!"
Rsrsrs. Hoje, tinha 12 km em ritmo constante, e tinha também um ritmo a manter. Rodei gostoso, tempo nublado, nem frio, nem quente... e hoje, ganhei do boneco... por 6 segundos! Kakakaka.

Ainda continuo pensando como o marchador atlético consegue marchar tão rápido... por falar nisso, como sempre depois da prova, a Corpore enviou um questionário de satisfação para respondermos. Fiz algumas observações e tentei dar sugestões. No ano passado, uma das minhas sugestões foi a largada em ondas, o que foi atendido este ano, em caráter experimental. Desta vez, foi quanto à entrega de kits... 
E para a minha surpresa, recebemos nesta semana, por e-mail, a carta abaixo:

Caso não consiga visualizar esta mensagem acesse a versão online
Caro corredor (a),

No último domingo realizamos a XIII Meia Maratona Netshoes Corpore Internacional da Cidade de São Paulo e infelizmente nossos serviços ficaram abaixo da expectativa.

A Corpore reconhece suas falhas, assume o ocorrido e pede desculpas.

Nosso tradicional fornecedor não conseguiu atender no prazo e as camisetas nos foram entregues praticamente às vésperas da corrida, ocasionando um efeito dominó que prejudicou a qualidade do atendimento como um todo.

Lamentamos os transtornos causados e nos comprometemos a zelar com mais rigor pela qualidade dos nossos eventos.

Respeitosamente, pedimos desculpas.
CORPORE BRASIL

Sinceramente, levei um susto, pois é a primeira vez que recebo este tipo de e-mail. Não deveria... isto teria que ser o normal do atendimento ao público. mas infelizmente, ainda não é... Isto é atendimento de primeiro mundo! Parabéns pela atitude, Corpore! Creio que deva ter outras postagens sobre este assunto. Eu li uma no blog "Número de Peito", do Claudio Rinaldo.

Ontem, fazendo o meu longo, fiquei pensando... é conversando que a gente se entende... se tivermos um mínimo de espírito colaborativo e, em vez de reclamarmos, fizermos críticas construtivas, tudo fica melhor. Eu tenho que me colocar do outro lado, o lado que recebe as críticas, para sentir realmente o que é construtivo e o que é destrutivo. Quem nunca cometeu um erro em seu trabalho ou na escola? E nestas horas, qual foi a reação das pessoas ao seu redor? Acho que temos reações variadas, não é? Se a gente reclama, do outro lado, a pessoa que ouve, com certeza, ficará chateada. Eu ficaria triste. Vocês não ficariam? Por outro lado, se você apresenta, no mínimo, a intenção de colaborar, tudo fica diferente. Então, vamos reclamar menos e tentar construir mais! Tudo fica mais light! E por falar nisso... será que a gente poderia pedir para verificar se dá para reduzir o preço as inscrições? Rsrsrsrs. Bem, isto também é uma sugestão/voz dos corredores. 
Falando em reflexão, hoje comprei um outro livro para ler: "Uma vida sem limites". Parece ser muito bom! Acho que vocês já devem ter ouvido falar de Nicholas James Vujicic, um rapaz que nasceu sem os braços e sem as pernas. Vou começar a lê-lo esta semana!
Boas reflex... bons treinos para todos! Vou aproveitar as horas em que estou correndo para refletir... e tirar fotos! Kkkkk.



















6 comentários:

  1. Mayumi,
    Concordo com você. Acho que temos que exercitar a tolerância e fazer críticas construtivas, ajudando os organizadores a atingir o grau máximo de satisfação dos corredores.
    Parabéns! Agora acho que o corredor vistual vai ter que treinar mais se quiser te alcançar.
    Beijão!
    Gilmar

    ResponderExcluir
  2. Primeiro li: longuinho de 25k! tá humilde heim!! rs Parabéns pelo longão!!! concordo quanto às críticas, elas devem ser feitas de forma mais organizada e apontar para oportunidades de melhorias... Aqui tá dando certo, vamos ter corridas mais cedo, finalmente... eu nunca usei essa função do bonequinho da garmin pq acho q ia morrer de raiva dele!! kkkkkk
    beijos e bons treinos!

    ResponderExcluir
  3. Excelente post, Mayumi.
    Muito ponderado e oportuno.
    Ass.: Guilherme.

    ResponderExcluir
  4. oi, Mayumi!

    a Corpore deu uma lição de profissionalismo e respeito ao corredor!
    eu costumo dizer que só dá pra saber se uma empresa é boa mesmo quando ela erra... o modo como ela lida com esse erro é que diz tudo!

    hahaha o bonequinho do meu garmin sempre ganhava de mim kkkkkkkk
    só que a bateria do garmin se foi, mas eu, eu continuo correndo! então, acho que no fim das contas, eu ganhei, né;) kkkkkkkkkkkkkk

    parabéns pelo post!
    ficou muito legal!

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Não foram seis segundos, Mayumi. Foram sessenta metros ou 22 segundos. Você deu um baile no bonequinho, hehehehe...

    Já tinha comentando na postagem do Rinaldo e repito aqui. Achei digna a atitude da Corpore, que não se escondeu atrás do erro. Alguns fingem que deu tudo certo e deixam como está. Eles assumiram o problema e se comprometeram a melhorar. Há uma grande diferença aí. Tomara que as próximas provas sejam bem melhores.

    Boa semana e bons treinos!

    ResponderExcluir
  6. A Corpore ta aprendendo e logo, logo eles ficam 100%. Aliás, 100% nunca vai ser, pq tem muita gente q reclama de tudo, concordo q a gente paga p/ dar tudo certo, mas é como o amigo Jorge Cerqueira me falou um dia: TEMOS QUE TER SEMPRE O PLANO B .... kkkkk Com certeza !!!rs Bons treinos guerreira !!!!

    ResponderExcluir